WhatsApp-Image-20160725

Nesta segunda-feira (25) o empresário Eugênio Marinho, da Rede Sustentabilidade, decidiu entrar na disputa pela Prefeitura de Serra Talhada. Ele pensou muito antes de tomar a decisão e, em nota enviada ao Farol, justifica a entrada no páreo. Eugênio Marinho deve formar um bloco com os partidos de esquerda Psol, PCdoB e PCB. Leia na íntegra as justificativas do empresário serra-talhadesense.

NOTA DO EMPRESÁRIO EUGÊNIO MARINHO

Como brasileiros, qual a nossa verdadeira realidade?

Ao responder com honestidade esta pergunta você percebe a necessidade de participar mais de alguma forma da política. Pois mesmo os que têm uma vida pessoal equilibrada sentem os efeitos da péssima realidade coletiva do nosso país, decorrente principalmente da aplicação de modelos políticos que instrumentalizam o eleitor ao invés de despertar neles a reflexão sobre o importantíssimo ato de votar.

Como brasileiro tive quase toda minha vida escolar bancada pelos recursos públicos oriundos dos impostos pagos por muitos outros brasileiros que nem conheci. Estudei na Escola Municipal Três de Agosto, na Escola Estadual Mariana Amália, na Escola Técnica Federal de Pernambuco e na Universidade Federal de Pernambuco, tendo sido ainda usuário do crédito educativo, pago integralmente logo que terminei a minha graduação em Engenharia Elétrica e passei a trabalhar em Recife, por seis anos, prestando serviços a CHESF como engenheiro numa empresa privada de São Paulo, a THEMAG, na área de consultoria em engenharia.

Desde os quinze anos trabalho, inicialmente como professor particular de física e matemática, depois, por doze anos, como professor destas mesmas matérias nos melhores colégios do Recife. Sou um sonhador que sempre lutou muito para que seus sonhos se transformassem em realidade. Já estive muitas vezes frente a frente com o que parecia impossível, mas questionando a realidade de forma correta e com muita determinação e trabalho passei a vê estas impossibilidades pelo retrovisor.

Veja também:   Solidariedade após desabamento de prédio

Qual a minha verdadeira realidade? Esta é uma pergunta que sempre me faço. Penúltimo filho de uma família simples de nove filhos, acredite, já tive como resposta situações de extrema adversidade. Mas nunca aceitei ao longo da minha vida estas respostas como uma impossibilidade, sempre lutei com todas as minhas forças para honestamente melhorá-la. Sempre policiei minha mente para nunca desistir, mesmo quando as enormes dificuldades tentavam me mostrar uma estrada sem alternativas. Nestes momentos, onde as forças pareciam se exaurir, sempre, humildemente pedi a Deus que não me deixasse desistir.

Serra Talhada cruzou meu caminho em 1986, quando conheci Vânia, vindo a me casar com ela em 1988. Em 1990, diante de duas propostas, uma dela, na ocasião já médica, para virmos para Serra Talhada e a outra da THEMAG, para ir, já como engenheiro especialista para o Paraná, trabalhar para a Itaipu binacional, conversamos muito e optamos pela primeira. Em Serra Talhada, com o dinheiro da minha rescisão de trabalho abrimos o consultório de Vânia numa sala cedida pela sua mãe, Dona Maria José, e também a seguir com um empréstimo junto a uma entidade financeira, abri a minha própria empresa, a Referencial Engenharia, com sede numa pequena casa alugada no bairro da Conceição.

Hoje, vinte e quatro anos depois, nossa realidade pessoal e a de muitas pessoas que trabalharam ou que ainda trabalham nas nossas empresas é muito diferente do passado, mas muito parecida com o que sempre sonhamos e batalhamos muito, dia após dia, para conquistarmos. Hoje, o pequeno consultório de Vânia se transformou na Clínica da Criança, referencia regional em pediatria e a Referencial Engenharia passou a ter uma sede muito bem estruturada na avenida Luiz Cosme de Magalhães e desfruta de um bom conceito no setor elétrico, iniciando em 2015 suas atividades também na construção civil.

Veja também:   Celpe corta energia do canteiro de obras do HGS

Acredito que as duas empresas ajudaram e ajudam um pouco a transformar positivamente a face da cidade, quer como contribuintes de ISS, inclusive com a Referencial sendo destaque em 2015 entre todos os contribuintes de Serra Talhada, quer promovendo a verdadeira inclusão social de muitos serratalhadenses, qualificando-os e melhorando suas condições sócio-econômica e de empregabilidade.

Em vários lugares desta cidade, quer na zona urbana ou rural, você pode encontrar pessoas idôneas que trabalham ou que já trabalharam nas nossas empresas, pessoas que nos prestam serviços, empresas que são nossas fornecedoras, converse com elas, com seus familiares, pergunte se influenciamos positivamente ou negativamente a vida de cada uma delas.

Tive a oportunidade de viajar e conhecer vários países do primeiro mundo, alguns até por períodos razoáveis de permanência, observei suas culturas e realidades e sempre me incomodou profundamente, aceitar quase que como algo impossível de mudar, a realidade tão diferente em que estamos inseridos, como cidade, estado ou país, mesmo estando enquanto economia, inserido entre os dez maiores países do mundo. Pior, aceitar a inexistência de indicativos de estarmos pelo menos no caminho certo, o caminho em que uma dia poderíamos ter uma melhor qualidade de vida coletiva para todos.

Há anos continuo a me perguntar: Qual a minha verdadeira realidade? Por mais que só tenha a agradecer a Deus pelas inúmeras bênçãos derramadas sobre minha vida pessoal, me angustia, me incomoda profundamente, vê minha cidade, meu estado e meu país andar no sentido oposto e consequentemente afetar tão negativamente a vida coletiva de todos nós.

Veja também:   Bolsonaro cita Roberto Campos: 'Será que temos tantos idiotas no Brasil?'

Como brasileiros, qual a nossa verdadeira realidade? É ,e sempre será, uma combinação da nossa vida pessoal e da realidade coletiva da cidade, do estado e do país em que vivemos e estas últimas, só se envolvendo mais com a política se pode tentar contribuir melhor para mudar, se pode deixar de ser espectador da mesma para tentar ser um agente modificador dela.

Há uma Serra Talhada desejada dentro de mim. Há uma dentro de você? A minha é bem diferente da que percebo dia após dia. E a sua? Esta que percebemos, bem aquém da que desejamos, é fruto dos comportamentos que externamos, enquanto a que desejamos seria fruto dos melhores comportamentos cidadão que temos, mas não externamos. Quem você acha que trará à tona esta Serra Talhada desejada, se não nós que a fazemos?

Por tudo isto, pela convocação da REDE SUSTENTABILIDADE e de alguns amigos que admiro, por várias provocações que já fiz a sociedade de Serra Talhada através da imprensa escrita e falada sobre a necessidade de se por em prática um novo modelo de fazer política e de gestão pública e ainda exercendo um direito de qualquer cidadão, sem ansiedade, consciente de que não vale a pena ser candidato a qualquer preço, pois nada poderia fazer de diferente nesta hipótese, eu disponibilizo meu nome como pré-candidato a prefeito de Serra Talhada pela REDE SUSTENTABILIDADE.