Serra ganha novas unidades do Minha Casa, Minha Vida

Da Assessoria

O município de Serra Talhada foi contemplado na seleção do Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, e vai receber a construção de 150 novas unidades habitacionais.

A seleção foi publicada na última quarta-feira e será subsidiada com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial, destinado a novos habitacionais em áreas urbanas. Com isso, o sonho do Residencial Luís Lorena começa a sair do papel.

Em Pernambuco, 56 propostas foram selecionadas pelo Governo Federal para o Minha Casa, Minha Vida FAR (MCMV-FAR), possibilitando o sonho da casa própria a mais de 10 mil famílias. A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), comemorou o resultado da seleção.

Veja também:   PMPE morre com tiro acidental durante briga

“A política habitacional é uma das prioridades da nossa gestão. Tanto é que, este ano, conseguimos destravar a retomada do residencial Vanete Almeida, que vai beneficiar mais de 900 famílias. E agora recebemos essa notícia de que o Governo Lula selecionou Serra Talhada para construção de mais 150 casas para nossa população. Além desta, vamos continuar lutando para destravar as outras duas etapas do residencial Lorena Conrado e assim reduzir o déficit habitacional da nossa cidade”, afirmou a prefeita Márcia.

MCMV-FAR 

Veja também:   Ex-petista se filia ao PDT em ST e oposição fala em 'debandada'

O Minha Casa, Minha Vida FAR tem recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Nessa modalidade, o governo federal recebe propostas de empresas da construção civil e entidades públicas (prefeituras e estados) para construção de habitacionais que serão financiados com recursos do FAR, que tem uma taxa de juros mais baixa.

No MCMV-FAR, quem recebe Bolsa Família ou BPC não precisa pagar prestações de imóveis e poderá ter direito a uma casa de graça.