Publicado às 10h26 desta terça-feira (2)

Com informações da repórter Jéssica Guabiraba

A dona de casa Lúcia de Fátima Oliveira Villela Ramos, 61 anos, que residia no bairro AABB, em Serra Talhada, faleceu na noite dessa segunda-feira (1) no Hospital Agamenon Magalhães (Hospam), no centro. O diagnóstico foi falência múltipla dos órgãos. Seu corpo está sendo velado na Casa de Homenagens Póstumas Bezerra de Melo, e o sepultamento ocorrerá às 16h30 desta terça-feira (2).

Em maio, Lúcia de Fátima foi notícia no Farol após ter sido acometida pela Covid-19 e intubada no Hospital Eduardo Campos (HEC) ficando por 48 dias. Ela venceu a doença e fez uma carta de agradecimento. “Um dia, como tudo na vida, isso (a pandemia) vai ter fim e eu peço a Deus que todos consigam olhar pra trás e contar boas histórias, como a da minha família, sabendo que teve um papel fundamental pra famílias não chorarem e pessoas continuarem vivendo. São muitas as perdas, são muitas famílias de luto, mas com a força e disponibilidade de vocês estamos vencendo”, diz um dos trechos da carta (veja matéria completa abaixo).

Veja também:   UE propõe significativa concessão ao Irã, para reavivar acordo nuclear

A família revelou que Lúcia Oliveira tinha doença renal crônica e fazia hemodiálise há três anos. Ela já tinha tomado as duas doses da vacina contra a Covid, e na semana passada, o médico atestou que não tinha sequelas da doença. Portanto, a Causa Mortis tem ligação com a doença renal. Aos familiares e amigos os nossos sinceros sentimentos.

VEJA MATÉRIA DE MAIO SOBRE LÚCIA DE FÁTIMA

Serra-talhadense vence a Covid e reencontro com família emociona