Foto: Arquivo pessoal/André Santana

Durante a primeira semana do mês de março, o Ministério da Cultura realizou a 4ª Conferência Nacional de Cultura (CNC), com o tema “Democracia e Direito à Cultura”.

O serra-talhadense e produtor cultural André Santana; representou a Capital do Xaxado dentre os 1.199 delegados estaduais, eleitos durante as conferências regionais realizadas nos municípios dos 26 estados mais o Distrito Federal e que discutiram e votaram políticas públicas culturais.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

 

“Para mim foi um marco histórico no Brasil, no âmbito da Cultura, com tantas resoluções definidas, propostas concretas e a maior participação de delegados nordestinos, que se doaram e com intrepidez, defenderam com êxito as propostas que saíram das conferências municipais e estaduais. Estava nítido que a Cultura havia voltado”, comemorou André.

Veja também:   Presos acusados de violência doméstica em PE

Segundo o governo federal, as orientações definidas no evento serão prioritárias para assegurar transversalidades nas ações do setor. Além disso, o resultado político deste encontro será base das diretrizes do novo Plano Nacional de Cultura (PNC).

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)