Fotos: Abeoc

Publicado às 10h25 desta quarta-feira (30)

Integrantes da Associação Brasileira de Empresas de Evento (Abeoc) foram à ruas do Recife, nessa terça-feira (29), com o objetivo de pressionar o governador Paulo Câmara, para flexibilizar as atividades do setor. Portando faixas e cartazes, eles deixaram claro que desejam uma liberação maior, à partir desta quinta-feira (1).

“O Governo prometeu flexibilização a ser anunciada na quinta-feira. Estamos acreditando e contamos com a sensatez de todos os gestores governamentais. A comissão foi recebida pelos Secretários Adilson Gomes Filho e Eduardo Figueiredo”, diz um dos trechos da nota, que circula nas redes sociais.

Em Serra Talhada, a grande expectativa está no funcionamento de bares e restaurantes, que sonham num funcionamento livre, inclusive, com a realização de shows ao vivo. “O nosso prejuízo gira em torno de R$ 500 a R$ 600 mil. Deixamos de ganhar em torno disso. É claro que o mais importante é a vida. Também tivemos o prejuízo em demitir todos os funcionários, prejuízo para todos, não só para o Arena. Esperamos que agora com o avanço da vacinação possamos sair deste momento tão difícil para humanidade”, disse Rogério da Pitú, proprietário do Arena Pub.

Veja também:   Em 1966, alunos de escola em ST já tinham noções de música