O governador Eduardo Campos (PE) afirmou ontem (27) que faltam “traquejo político” e “diálogo” a Dilma Rousseff e disse que seu partido sabe o tamanho de sua “disposição” para 2014.

Presidente nacional do PSB, Campos participou do “Programa do Ratinho” (SBT). A entrevista não tem data para ser exibida.

Questionado pelo apresentador Carlos Massa sobre a figura de Dilma, Campos disse ter “respeito” por ela, “uma pessoa honrada”. “Mas acho que muitas vezes a falta de traquejo político, de diálogo, é percebida pelos prefeitos, governadores. […] Governar é um gesto de humildade, de construir consenso”, disse.

Perguntado sobre quem –entre o senador Aécio Neves (PSDB), Dilma e ele –não seria candidato em 2014, Campos disse que “todos podem estar dentro”. “A “A eleição não está definida. […] Está completamente em aberto.”

“A confiança da base partidária eu sei que tem, e ela sabe qual é a nossa disposição”, afirmou Campos antes da gravação no SBT.

( Da Folha de São Paulo )

 

Veja também:   Distrito de Santa Rita realiza festa com desfiles, shows e homenagens