Publicado às 04h10 desta sexta-feira (30)

A denúncia realizada pela comerciante serra-talhadense Celma Francisca dos Santos, 27 anos, proprietária de um salão de beleza no Centro de Serra Talhada, acabou desencadeado novas denúncias de agressões e intimidações de um morador de rua que vem aterrorizando pequenos comerciantes e transeuntes.

Em conversa com o Farol, a cabeleireira revelou que o rapaz costuma invadir seu estabelecimento pedindo dinheiro, e ameaçando quebrar tudo, caso seja negado.

“São vários moradores de rua, mas esse rapaz é o que mais aterroriza mesmo, queria ajuda, seja Polícia, Delegado, Conselho Tutelar, eu já falei com várias pessoas para ver se a gente tem alguma resposta. Não tem como trabalhar assim, todo dia com medo, chegando em casa com uma história diferente, ele nem pede dinheiro, ele exige e diz mais “vai me dar o dinheiro ou vou quebrar tudo aqui, vai me dar o dinheiro ou quer que dê um murro em você”, é uma situação horrível”, relatou.

A serra-talhadense Juliana Ferreira, diz que testemunhou um dos ataques do morador de rua. “Ela [Celma] é minha comadre, e eu estava no salão em um dos dias que ele ameaçou. Ele pediu água e eu levei, aí ele pediu dinheiro e eu disse que não tinha, quando virei as costas ele jogou o copo com água em mim, não me acertou por pouco e saiu ameaçando. Ele é no mínimo muito folgado, pelo menos quando ver só mulheres. Tem que ter alguma providência urgente”, resumiu.

NOVAS DENÚNCIAS

Mas após a publicação da matéria, outras denúncias surgiram. “Da mesma forma ele fica exigindo comida nas casas dos centros se não der ele ameaça com uma faca. Os idosos gostam de sentar um pouco a noite na calçada quando tá mais calmo mas nem isso agora porque ele fica ameaçando o pessoal”, disse uma leitora, pedindo anonimato.

NA CAGEP

A situação de intimidação e medo, que gera insegurança, não se resume ao Centro da cidade. Uma leitora do Farol, que prefere se identificar como ‘Maria’, revelou que no bairro da Cagep, os moradores também vivem situações de ameaças. “Aqui no bairro da Cagep estamos passando por isso também, um rapaz fica batendo nas portas e ameaçando, colocando a mão na cintura dizendo que vai pegar a faca, ontem a noite ameaçou tocar fogo em uma casa, ele está aterrorizando o bairro”, lamentou.

Leia também:

Comerciante denuncia ameaças de morador de rua em ST