Da Folha de PE

A Justiça alemã colocou em prisão provisória por tentativa de homicídio o suspeito de atropelar estrangeiros na noite de Ano-Novo, um episódio que deixou oito feridos – anunciou a polícia nesta quarta-feira (2).

Estimulado por uma hostilidade contra estrangeiros, de acordo com a polícia, o homem, de 50 anos, lançou seu carro em alta velocidade contra um grupo de pessoas que celebrava a virada do ano na rua, por volta da meia-noite, em Bottrop e em Essen, duas cidades do oeste do país. Ele foi detido na madrugada de 1º de janeiro.

Entre os feridos, estão um garoto de quatro anos e sua mãe, de 29, ambos de origem afegã, e uma menina síria de 10 anos, relatou a polícia de Münster em um comunicado.

Uma síria de 46 anos que ficou gravemente ferida “foi operada e está fora de perigo”, acrescentou a polícia. O motorista do veículo, que teria problemas mentais, “tinha claramente a intenção de matar estrangeiros”, disse o ministro do Interior regional, Herbert Reul, na terça-feira (1º)

A polícia e o Ministério Público falaram em “alvos deliberados”. De acordo com a edição on-line da “Der Spiegel”, o indivíduo detido teria esquizofrenia.

Desempregado há vários anos, ele teria declarado à polícia que “os inúmeros estrangeiros eram um problema para a Alemanha que ele queria resolver”, relatou a “Spiegel”.