Tailândia registra 61 mortes por calor extremo em 2024
Onde de Calor – Foto: Joedson Alves / Agência Brasil

Por Folha de Pernambuco

Sessenta e uma pessoas morreram na Tailândia desde o início do ano devido ao calor extremo que atingiu o país, anunciou o Ministério da Saúde.

Durante quase uma semana em abril, as autoridades da capital Bangcoc emitiram avisos diários de calor extremo. Em alguns momentos, a sensação térmica foi superior a 52ºC.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Um comunicado do ministério informa que 61 pessoas morreram de insolação em todo o país desde o início do ano, contra 37 que morreram por este motivo ao longo de 2023.

Veja também:   Alex Jones deverá indenizar pais de vítima de tiroteio em US$ 4 milhões

O governo destacou que a região mais afetada foi o nordeste da Tailândia, essencialmente agrícola.

Os cientistas afirmam que a mudança climática provocada pela atividade humana provocará ondas de calor mais frequentes, longas e intensas.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

O fenômeno El Niño contribui para o calor excepcional deste ano, mas o ritmo de aquecimento na Ásia é superior à média mundial, segundo a Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Em abril, a Tailândia registrou a temperatura de 44,2°C na província de Lampang, norte do país, um pouco abaixo do recorde nacional alcançado no ano passado, 44,6°C.

Veja também:   Onda de calor pode comprometer funções vitais; saiba como se proteger e evitar riscos à saúde