Do Metrópoles

Foto: Agências de notícias Bakthar/Twitter

O sudeste do Afeganistão sofreu com um terremoto de magnitude 6.1. Em um primeiro momento, segundo a agência de notícia local Bakhtar, 280 pessoas tinham morrido e pelo menos 600 ficaram feridas. Por volta das 6h28 (horário de Brasília), no entanto, houve a confirmação de 920 mortos e 610 feridos.

“Mawlawi Sharaf al-Din, subsecretário do Ministério de Estado de Combate a Desastres Naturais: o número de mortos no terremoto que atingiu as regiões orientais do Afeganistão subiu para 920, com 610 feridos”, publicou a agência Bakthar no Twitter.

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos e o Centro Sismológico Mediterrâneo Europeu, o epicentro ocorreu nas proximidades da cidade de Khost, que fica ao sul da capital do país, Cabul.

Mortes foram registradas nos distritos de Naka, Gayan, Barmala e Ziruk, todos integrantes da província de Paktika, disse a agência de notícias Bakhtar do Afeganistão na manhã de quarta-feira. Equipes de resgate estavam sendo transportadas de helicóptero para as áreas atingidas.

Mesmo em Cabul, que fica a 200 km do epicentro, chegaram notícias de “fortes e longos solavancos”, segundo um morador da capital postou no site do Centro Sismológico Mediterrâneo Europeu. “O terremoto destruiu vários edifícios residenciais nas duas províncias e as autoridades dizem que o número de mortos deve aumentar”, relata a agência Bakhatar.

Veja também:   Casal reza para que coração do bebê que esperam pare de bater