Bloco diz que prefeitura 'acabou com carnaval' por jogo político em ST

Um dos blocos com quase 30 anos de história no carnaval serra-talhadense alega que a atual gestão da Fundação de Cultura de Serra Talhada e a Prefeitura Municipal estão acabando com a folia de momo na cidade.

Em contato com o Farol de Notícias, a equipe do Bloco Faverboys se disse injustiçada por não ter sido procurada pelo poder público municipal para buscar o financiamento destinado aos blocos.

O Bloco Faverboys sai desde 1995 no período carnavalesco e originou com os moradores do entorno da Praça Manoel Pereira Lins.

Veja também:   Homem ameaça alunos com arma de fogo

De acordo com os organizadores, eles não foram informados dos prazos e procedimentos a serem cumpridos para concorrer ao edital com antecedência.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão (clique aqui)

“A gente estava esperando o prazo que era até o dia 24, e quando a gente chegou com os documentos lá disseram que a gente tinha que ter feito a inscrição inicial. Só que nenhum secretário, ninguém da prefeitura passou para a gente que tinha que ter essa inscrição inicial. Não fomos só nós que ficamos de fora”, comentou o bloco, continuando:

Veja também:   Lula completa um ano de prisão em Curitiba

“Os Faverboys tem mais de 28 anos de cultura de carnaval na cidade, e eles por jogo político, tiraram a gente. Tiraram o bloco de Morena, lá da Cohab. Então, é complicado. Isso aí eu tenho certeza que foi jogada política. Porque a prefeitura tem por obrigação repassar para os blocos e falar que a inscrição era tal dia. E isso não foi passado”.

OUTRO LADO

A reportagem do Farol de Notícias entrou em contato com o presidente da Fundação de Cultura de Serra Talhada, Josenildo Barbosa.

Veja também:   Serra-talhadense tenta engolir droga durante blitz e é preso

Até o fechamento desta edição não obtivemos retorno do gestor da pasta.

Prefeitura de ST lança incentivo aos blocos em até R$ 10 mil