Três pessoas foram presas, nesta quarta-feira (28), em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, suspeitos de envolvimento em associação criminosa, sonegação fiscal, crimes de estelionato e falsidade ideológica. A ação faz parte da ‘Operação Oásis’, deflagrada na manhã desta quarta (28). Os nomes dos suspeitos ainda não foram divulgados.

De acordo com a Polícia Civil, o trabalho de investigação começou em junho de 2016.

“As investigações duraram seis meses, realizada pela Delegacia de crimes contra a Ordem Tributária, sob o combando do delegado Germano Cunha. O objetivo era apurar a participação de cada um dos integrantes dessa associação criminosa, que atuava principalmente em Petrolina, mas também em Juazeiro, visando a sonegação fiscal”, explicou o delegado Salustiano Albuquerque.

Além dos três mandados de prisão preventiva, a polícia cumpre também 14 mandados de busca e apreensão domiciliar. Os alvos presos foram encaminhados para a sede da 26ª Delegacia de Polícia Civil, em Petrolina. O nome dos presos e demais detalhes da investigação serão apresentados nesta quinta-feira (29), no Recife, capital pernambucana.

Participam da operação 126 policiais civis, entre delegados, agentes, escrivães e 16 auditores fiscais da Secretaria da Fazenda Estadual.

Do G1 Petrolina