Do G1

Biden defendeu uma transição para a economia verde, com menos dependência do petróleo e no início da produção em indústrias que usem energia limpa. Trump criticou a proposta, e disse que o democrata acabaria com os empregos nos EUA se fizesse isso.

No encerramento, o atual presidente afirmou que, se reeleito, o país voltará ao caminho do crescimento e dos bons índices de emprego do pré-pandemia. Biden afirmou que, caso consiga se eleger, fará um governo para todos os americanos.

Na discussão sobre racismo, Biden disse entender os pedidos por justiça racial ao mencionar que nunca precisou orientar seus filhos, brancos, a manterem as mãos no volante durante abordagem policial e a não usarem capuz. Trump, por sua vez, afirmou que “era o menos racista” na sala de debates.

Biden também defendeu que pessoas com problemas com drogas sejam tratados em clínicas, e não presos. Trump, então, questionou o adversário por que ele não fez isso durante os oito anos em que foi vice-presidente, e a discussão se voltou para a biografia dos dois candidatos.

Em bloco sobre famílias americanas, Biden defendeu que a saúde “deve ser tratada como direito, não privilégio”, e disse ser a favor do aumento dos salários mínimos. Trump criticou as ideias do democrata, dizendo que acabaria com milhões de planos de saúde e que maiores salários mínimos forçariam o fechamento de empresas.

Biden prometeu levar ao Congresso um projeto para facilitar a concessão de cidadania americana a imigrantes, inclusive indocumentados e os dreamers — jovens que entram ilegalmente nos EUA. Trump criticou a política de “prender e soltar” clandestinos na fronteira e acusou o governo democrata de ter construído as gaiolas onde alguns desses latinos ficaram detidos, em imagens que correram o mundo em 2018.

Ao discutirem segurança nacional, Biden e Trump tocaram em polêmicas sobre cada um no relacionamento com outros países.

O republicano, como esperado, atacou o relacionamento do democrata com a empresa ucraniana Burisma enquanto era vice de Obama, e mencionou a participação de Hunter Biden na companhia.

Biden, por sua vez, revidou e disse que Trump ganhou dinheiro com negócios com a China, país onde o democrata disse que o presidente tem contas. Ele também criticou o adversário por não mostrar os balanços dos impostos pagos.

Os dois também discutiram sobre o relacionamento com a Coreia do Norte: Trump disse que evitou uma guerra nuclear com Kim Jong-un. Biden afirmou que se encontraria com o ditador norte-coreano se ele se comprometesse a abandonar as armas nucleares.