Vândalos invadem cemitério de Serra TalhadaPublicado às 04h46 deste domingo (29)

Mais um ato de vandalismo foi registrado no Cemitério Público de Serra Talhada causando revolta às famílias. Nessa sexta-feira (27), bandidos invadiram o campo santo e destruíram parte do jazigo da família Ramos e Carvalho. Os dois portões foram arrancados, e alguns utensílios quebrados.

A dona de casa Maria José Ramos de Carvalho, em conversa com o Farol, fez um desabafo e cobrou respostas da Prefeitura de Serra Talhada.

“A capela da nossa família teve o portão externo arrancado e na sexta-feira arrancaram a porta interna. É uma pena os mortos não poderem mais votar. Se eles pudessem votar, eu tenho certeza que teria uma guarita no cemitério com segurança. Após a capela arrombada, tivemos que tirar os arranjos e as fotos dos nossos ente queridos. Lamentável tudo isso”, disse Maria José Carvalho, afirmando que a insegurança no local só faz aumentar. “Fora a capela dos meus pais, outras já foram arrombadas aqui. O cemitério teria que ter uma guarita com um segurança para proteger os nossos ente queridos. Mas há lei do retorno, a família dos mortos ainda votam”, desabafou.

Veja também:   Homem luta para tirar inseto do ouvido em ST

Esta não é primeira vez que um jazigo é vandalizado no cemitério. O local também é utilizado como ponto de consumo e tráfico de drogas.