Vereador denuncia 'Escândalo do Lixo' em ST e aciona TCEO vereador Vandinho da Saúde aproveitou o feriado natalino para intensificar seu trabalho de fiscalização ao governo da prefeita Márcia Conrado.

 O fato acabou gerando uma grande confusão, porque aliados do governo petista tentaram ridicularizar o parlamentar, espalhando vídeos nas redes sociais, no exato momento em que ingressava na Secretaria de Serviços Públicos, onde segundo ele, encontram-se cinco carros compactadores quebrados, e cheios de lixo.

“Eu fui fiscalizar o transbordo do lixo, que já há uma denúncia em Serra Talhada, porque se criou um lixão às margens da BR-232, ali no Distrito Industrial. Foi feito um trabalho provisório, pelo ex-prefeito Luciano Duque, mas que se transformou num lixão, devido a falta de pagamento do governo Márcia Conrado, com os aterros sanitários nos municípios de Salgueiro e Afogados da Inazeira. O governo Márcia deve mais de R$ 300 mil a Salgueiro, e está com très meses atrasados com Afogados da Ingazeira. Por isso que o lixo foi acumulando no distrito industrial. Eu fui fiscalizar no dia 23, é meu trabalho, e comprovei tudo. Tem uma montanha de lixo de 8 metros de altura. É impossível, durante seis meses, uma carreta tirar este lixo de Serra Talhada. Tem muito lixo. Peguei no flagra as caçambas botando o lixo lá”, disse Vandinho, afirmando que em determinado momento quiseram impedir o seu trabalhado de fiscalização.

Veja também:   Reino Unido inicia vacinação contra o coronavírus

CRISE E PROVIDÊNCIAS

Ainda durante a entrevista ao Farol, o parlamentar relatou que há uma crise na coleta de lixo em Serra Talhada, por incompetência da gestão municipal, que fez do transbordo, algo de caráter permanente. Ele também informou as providências tomadas.

“Hoje, vários bairros de Serra Talhada estão sendo afetados por falta de recolhimento de lixo. Ora, dos seis compactadores, cinco estão quebrados dentro da Secretaria de Serviços Públicos. E pasmem vocês: estão no pátio da secretaria cheios de lixo com a maior fedentina. Estive em contato com a governadora Raquel Lyra, com o chefe da CPRH, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, e com o presidente do Tribunal de Contas, Ranilson Ramos. O presidente do TCE já me respondeu, dizendo que não tolera lixões e tomará decisão”, disse Vandinho, arrematando:

Veja também:   Motociclistas jogam pedras de crack no chão

“Será determinado o fechamento do lixão de Serra Talhada. Por essa razão, venho ao Farol para informar que o lixão de Serra Talhada está com os dias contados. Isso virou um caos. E tem mais: as empresas Piomonte e a CR Ambiental, que prestam serviços ao governo municipal, infelizmente, a Piomonte, que tem que pagar aos garis, está há quase quatro meses que não recebe nada. São mais de R$ 3,6 milhões. E a CR Ambiental tem um crédito de quase R$ 2 milhões. Por isso que está um caos em Serra Talhada, por falta da pagamento às empresas que recolhem lixo”.

Veja também:   Câmeras flagram incendiário no Ipsep, em ST

VEJA VÍDEO