Do G1/Mundo

O ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, de 67 anos, morreu nesta sexta-feira (8), após ser baleado enquanto fazia um discurso na cidade de Nara, no oeste do Japão. A morte chocou o país, onde mortes por armas de fogo são muito raras.

Um suspeito foi preso e uma espingarda, apreendida. A polícia encontrou ainda materiais que se assemelham a explosivos na casa dele. Abe foi atacado por volta de 11h30 no horário local (23h30 de quinta-feira, no horário de Brasília) perto da estação de metrô de Yamato-Saidaiji, onde participava de um ato de campanha eleitoral. Logo após os disparos, ele caiu no chão. Imagens do momento registradas mostram o ex-premiê deitado com a camisa ensanguentada.

Veja também:   Após adesão, Dantas ganha cargo no governo Márcia

Segundo a agência de notícias estatal japonesa “NHK”, aos menos dois tiros foram disparados, e Abe foi atingido duas vezes, uma no peito e outra, no pescoço