Voo internacional é desviado e pousa em Natal após espanhol passar mal e morrer
Voo de Buenos Aires para Madri é desviado e pousa em Natal após espanhol passar mal; aeroporto não tinha médico e passageiro morreu — Foto: Reprodução

Do G1

Um avião que decolou de Buenos Aires, na Argentina, e seguia para Madri, na Espanha, desviou a rota e pousou no Aeroporto de Natal na noite desta quinta-feira (7), durante uma emergência em saúde com um dos passageiros, um espanhol de 72 anos. O homem acabou morrendo.

O voo era realizado por um avião modelo Boeing 787 Dreamliner e seguiu com viagem à Espanha após a ocorrência.

Em nota, a Zurich Airport Brasil, administradora do terminal potiguar, disse que o avião informou emergência médica de passageiro em voo e solicitou pouso em Natal. O pouso ocorreu por volta de 19h.

A administradora informou que o passageiro entrou em parada cardiorrespiratória dentro do avião, segundo o relatório operacional, e que “foi realizado procedimento de reanimação ainda na aeronave pelos médicos a bordo”.

Veja também:   Amparo Amigo de ST realiza ação em alusão ao dia Mundial do Câncer

Segundo o coordenador do Samu Natal, Cláudio Macêdo, o serviço de saúde do aeroporto não contava com um médico, nesta quinta-feira (7) e, por isso, o terminal acionou o Samu RN. Porém, o serviço estava com as UTIs móveis ocupadas em outros atendimentos e pediu auxílio do Samu Natal.

“O aeroporto tem que ter uma unidade de suporte avançado lá, dentro da unidade, mas não tinha médico ontem. A UTI do SAMU Natal chegou a ir até a entrada do aeroporto, mas as pessoas que estavam disseram que o paciente já estava em óbito há mais de vinte minutos”, afirmou o coordenador.

Em nota, a Anac informou que dentro das especificações de segurança operacional definidas pelo Regulamento Brasileiro da Aviação Civil, um aeroporto com capacidade operacional entre 1 e 5 milhões de passageiros por ano, como é o de Natal, “tem a obrigação de dispor de ao menos uma ambulância, com tripulação mínima que atenda às normas do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”.

“Também é importante esclarecer que o regulamento estabelece ainda que aeródromos desta classe devem contar com hospitais e postos de atendimento médico disponíveis na localidade para atendimento a feridos provenientes de emergências aeroportuárias em um raio de 8 km do aeroporto, exceto quando especificamente apontado pela operadora aeroportuária”, completou a nota.

Veja também:   "Mamonas Assassinas: O Filme" estreia nesta quinta (28)

Ambulância no pátio e tentativa de reanimação

A empresa que administra o aeroporto também informou que conta com uma ambulância, que estava posicionada no pátio no momento do pouso. “Tão logo ocorreu o pouso a equipe de socorro do aeroporto realizou o protocolo de atendimento indicado para estes casos, buscando reanimar o passageiro. Mas não houve êxito”, informou.

g1 pediu informações à Air Europa sobre a emergência médica, mas a companhia aérea se limitou a dizer que “em conformidade com as normas e legislação, não pode fornecer dados pessoais dos passageiros”

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte confirmou que o corpo do passageiro foi levado para o Serviço de Verificação de Óbitos, localizado em Natal. A identidade do homem, no entanto, não foi informada.