Publicado às 17h15 deste sábado (3)

A oposição em Serra Talhada não gostou nada-nada da declaração do prefeito Luciano Duque, que disse esta semana que não estava no governo para viver de “festinhas e oba-oba” [veja].

A declaração foi uma clara indireta ao evento de pré-carnaval anunciado pelo deputado federal licenciado Sebastião Oliveira, na próxima quinta (8), chamado arrastão do bloco ‘O Azulão‘.

Veja a programação do evento

Falando ao programa Frequência Democrática, na rádio Vila Bela FM nessa sexta (2) o vice-presidente do diretório municipal do PR (Partido da República), Allan Pereira Sá, argumentou que Luciano deu uma bola fora quando tentou menosprezar a iniciativa.

Para Allan, o gestor perdeu a oportunidade de ficar calado, já que o evento não será realizado com dinheiro público. O jovem advogado devolveu lembrando que Duque gastou mais de R$ 1 milhão na última Festa de Setembro.

“A nossa festa não tem um real de dinheiro público. Serra Talhada pode ficar tranquila com isso. O prefeito está misturando as coisas. E ele não pode falar de gastos, quando gastou mais de R$ 1 milhão na última Festa de Setembro. Foram R$ 1,3 milhão. Então, ele não pode criticar uma festa privada, que quem está organizando é Léo Pinheiro, filho do vereador Pinheiro… O prefeito não pode jogar pra torcida isso, jogar para a população uma coisa que não é verdade”, disse Allan Pereira, reforçando:

“Claro que entre pagar as contas e fazer investimentos, claro que é melhor deixar festas de lado. Agora se estivesse sendo feita com dinheiro público, aí ele (Duque) poderia estar abrindo a boca. Mas da forma que está aí? Quando ele fez uma festa custando mais de R$ 1 milhão com dinheiro público? Então, ele não pode criticar uma festa privada. Aí eu não aceito e nossa bancada não vai aceitar. Essa nossa festa vai salvar o Carnaval de Serra Talhada e tenho certeza que a população vai agradecer”.

Leia mais

Sebastião diz que vai ‘salvar’ o Carnaval de Serra Talhada

Compartilhe isto: