Aluna nota 1000 na redação do Enem ganha apoio e vai conseguir estudar

Foto: Divulgação

Por Só Notícia Boa

 

A estudante Rilary Manoela Coutinho, 18 anos, aluna nota 1000 no Enem, mora em Itapiranga, a  340 quilômetros de Manaus (AM). Mas, sem condições financeiras para o transporte e também para se manter na capital, ela estava ameaçada de perder a vaga para Engenharia Civil.

A notícia boa é que a história dela viralizou e o Departamento de Assistência Estudantil (Daest) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) se colocou à disposição para ajudar a jovem a estudar sem custos.

A universidade parabenizou a estudante e emitiu uma nota de apoio informando que a inscrição na universidade e totalmente on-line- e por isso, não há necessidade da jovem ir até a capital para se inscrever.

5 horas de viagem

Em 2022, Rilary  tirou nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e foi aprovada no curso de engenharia de materiais da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), mas o percurso entre Manaus e Itapiranga, de 5 horas de viagem, e o custo diário com passagem, ao valor de R$ 78,00, inviabilizaram os estudos.

Veja também:   Gêmea luta com crocodilo para salvar irmã de ataque

Durante a pandemia o irmão mais velho de Rilary precisou trancar o curso de engenharia de software pelos mesmos motivos que amedrontam a estudante.

“Antes mesmo de saber as pontuações do Enem, já tinha conversado com a minha família e dito que iria continuar estudando para fazer os vestibulares que são das próprias universidades e tentar ingressar somente em julho”, afirmou a estudante.

Bastante consciente, Rilary calculou cada detalhe sobre as necessidades que têm. “Não consigo agora, no início do ano, por questões logísticas mesmo, como moradia e meio de transporte, iniciar uma faculdade em Manaus”, disse. Mas, certamente, agora com o apoio da universidade a estudante conseguirá realizar o sonho.

Ajuda em boa hora

No site da UFAM, o Daest parabeniza Rilary e informa que o departamento dispõe de editais de apoio àqueles universitários em vulnerabilidade socioeconômica, ofertando auxílio-acadêmico, auxílio-moradia, auxílio-residência universitária, auxílio-inclusão digital, auxílio-creche e auxílio-material acadêmico de alto custo, com o objetivo de garantir a permanência do discente na universidade.

Veja também:   Governo vai antecipar Bolsa Família em municípios atingidos por seca

A UFAM tem nove Restaurantes Universitários (Rus) que oferecem refeição subsidiada à comunidade discente e gratuidade no café, almoço e jantar aos alunos que recebam os auxílios da instituição.

É a segunda vez que a estudante se vê no dilema de perder a vaga na faculdade pública pelas dificuldades financeiras.

Íntegra da nota

“Departamento de Assistência Estudantil da UFAM (Daest) vem parabenizar aos/às amazonenses que foram aprovados nos processos seletivos de ingresso nas universidades públicas do país. Sentimo-nos muito felizes com o desempenho nota 1.000 na redação do ENEM dos jovens Rilary Manoela Coutinho e Luiz Henrique Nogueira, e em nome deles parabenizamos todos que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio. Vocês são o nosso futuro.

Veja também:   Enfermeiros e técnicos protestam por piso salarial

O DAEST aproveita esse momento para informar que as aulas dos calouros (semestre 2023/1) iniciarão em 24 de julho de 2023 e que nossa matrícula institucional é totalmente online, não havendo necessidade do(a) aprovado(a) se deslocar até Manaus para se tornar parte de nosso corpo discente.

Também divulgamos que o DAEST possui editais de apoio àqueles em vulnerabilidade socioeconômica, ofertando auxílio acadêmico, auxílio moradia, auxílio residência universitária, auxílio inclusão digital, auxílio creche, auxílio material acadêmico de alto custo e que o objetivo é garantir a permanência do(a) discente na universidade.

A UFAM possui 9 Restaurantes Universitários, ofertando refeição subsidiada à comunidade discente e gratuidade no café, almoço e jantar aos alunos que recebam nossos auxílios. Temos compromisso com a ciência, educação e responsabilidade social.”

Com informações do portal Marcos Santos e site Amazonas