Ambientalista alerta sobre 'apartheid' em Serra TalhadaO ambientalista Homem Bom de Souza Magalhães, o ‘Bonzinho’, reagiu às medidas que serão tomadas neste final de semana, com relação aos moradores de rua, em especial, os que frequentam a Praça Sérgio Magalhães, no Centro.

Após a reunião, na Câmara dos Vereadores, ficou decidido horários de patrulha das três forças policiais na principal praça da cidade.

PM, Guarda e Polícia Civil irão vigiar o equipamento público à noite e durante a madrugada (Leia matéria completa aqui).

“Estamos diante de um apartheid em Serra Talhada. Os excluídos serão varridos. Os excluídos cada vez mais não têm um destino. Quando eu procurei a Secretaria de Assistência Social para a gente  dialogar com relação aos moradores de rua. Ninguém apareceu. Não conversamos com ninguém. Estou preocupado com a quantidade de moradores de rua e está tudo preparado para exclui-los da Praça Sérgio Magalhães”, disparou Bonzinho Magalhães, arrematando:

Veja também:   Ladrão aproveita pouca gente para roubar em ST

“É como se a Sérgio Magalhães hoje fosse o Arco de Triunfo, a Time Square ou a Basílica do Vaticano. É muito triste isso com  relação ao que estamos vendo. Há uma comemoração de uma festa de Serra Talhada. E o que está sendo preparado com Madona lá em Copacabana, está acontecendo na Lagoa Maria Timóteo”.

RIO PAJEÚ

Durante entrevista ao Farol, o ambientalista também alertou sobre a falta de uma política ambiental em Serra Talhada, que prejudica o Rio Pajeú, entre outros.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“O que seria daquela festa hoje sendo preparada no meio do leito do Rio Pajeú. E se o Rio Pajeú resolver acordar como o Guaíba, como o Acari e fazer aquilo com raiva como está fazendo no Rio Grande do Sul? Essa é minha indignação com o que eu vejo com o Rio Pajeú e com os excluídos e os moradores de rua de Serra Talhada. Essa é uma voz que clama por aqueles que não sabem falar e também quero dizer que se cada um morador de rua tivesse pelo menos 50 votos, isso não estaria acontecendo. Porque o voto é o valor venal para a Câmara de Vereadores de Serra Talhada.

Veja também:   Homem é agredido com golpes de machado e pedradas em ST

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)