Angelina Jolie implora para que Brad Pitt mantenha 'dor da família' em sigilo após vitória na justiça
Angelina Jolie detona Holliwood após se divorciar de Brad Pitt
Jason LaVeris/FilmMagic/Getty Images

Por Monet Notícias

A atriz Angelina Jolie implorou para que o ex-marido, o ator Brad Pitt, mantenha a “dor da família” em sigilo após derrotá-lo na Justiça dos Estados Unidos. A artista saiu vitoriosa de um processo movido pelo ex pela venda da parte dela em uma vinícola na França. O galã alegava que ela não podia ter seguido com o negócio sem consultá-lo.

O pedido de Jolie para que o pai de seus filhos dê por encerradas as tensões entre eles veio à público por meio de um comunicado divulgado pelos advogados da atriz para o site Entertainment Tonight.

“O juiz rejeitou a maioria das alegações do Sr. Pitt porque elas não têm base legal”, afirmou o advogado de Jolie, Paul Murphy, no comunicado enviado ao Entertainment Tonight. “O processo do Sr. Pitt nunca foi sobre uma disputa comercial; em vez disso, é sobre suas tentativas de encobrir abusos graves, e estamos satisfeitos que o juiz tenha rejeitado grande parte das alegações Sr. Pitt.”

Veja também:   Estilista espanhol Paco Rabanne morre aos 88 anos

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

O advogado depois completou: “A Angelina realmente não nutre má vontade em relação ao Sr. Pitt e espera que ele agora a liberte de seu processo frívolo, pare seus ataques implacáveis ​​e se junte a ela para ajudar sua família a se curar de suas dores em privado”.

Jolie e Pitt compraram a vinícola Château Miraval em 2008. Na época, eles já estavam juntos há dois anos. Foi no local que eles trocaram alianças em 2014. Os dois romperam em 2016 e brigam na Justiça até hoje pela guarda de seus filhos menores de idade. Eles são pais de Maddox (22 anos), Pax (20 anos), Zahara (19 anos), Shiloh (17 anos) e os gêmeos Knox e Vivienne (15 anos).

Veja também:   Jovens reinventam entrega a domicílio em Serra Talhada

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Segundo a revista US Weekly, apesar da vitória de Jolie no processo aberto pelo ex, a tendência é que Pitt recorra da decisão. Uma fonte da publicação disse: “O Brad está disposto a arrastar o processo em relação a Chateau Miraval o máximo possível. Ele não está disposto a desistir e fará isso por vingança”.

Chateau Miraval abriga uma mansão de 35 quartos, além do imenso vinhedo de onde saem as uvas de um lucrativo negócio de vinhos. Quando o processo de Pitt veio à público, ele alegou que havia feito um pacto com Jolie de um nunca vender seus interesses pessoais na empresa sem o consentimento do outro. No entanto, depois do divórcio, a atriz vendeu sua parte para o bilionário russo Yuri Shefler.

Veja também:   Calumbi passa a oferecer eletrocardiograma