Ano da graça: Aumento de população e FPM devem beneficiar gestão de Duque em 2014Se 2013 foi o ano da “choradeira” para o prefeito Luciano Duque (PT), em função das dívidas herdadas da administração anterior, 2014 promete ser o “ano da graça” para os serratalhadenses. Segundo cálculos do Jornal do Commercio divulgado neste domingo (1º), Serra Talhada está entre as cidades que teve crescimento populacional e por consequência, terá aumento de receita a partir de janeiro. Éramos 80.489 habitantes no ano passado e pulamos para 83.051 em 2013. Portanto, a cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sobe de 2,6 para 2,8. Ou seja, mais dinheiro no caixa do prefeito Duque.

Veja também:   Sebastião critica postura de Duque e defende PM

Outro fator não menos importante, anunciado pelo próprio Luciano, é que já existem cerca de R$ 400 milhões alocados só para 2014. “Apenas neste final de mês, quase R$ 100 milhões em investimentos foram anunciados para a capital do xaxado”, disse Luciano Duque, mostrando que a “estrada pra Brasília” vai estar a todo vapor no ano que vem.

Mas se por um lado o governo anuncia conquistas e a construção de um novo “paraíso” em Serra Talhada, não há previsão para conter os gastos com a máquina e racionalizar o dinheiro público. Desde o início do ano que o prefeito ameaçou reduzir os cargos comissionados e demitir quem não cumprisse metas.

Veja também:   Doador de esperma é processado por descumprir lei e ter mais de 270 filhos

Na reta final do ano o quadro é nebuloso:  a máquina continua inchada e um dos exemplos foi a criação dos secretários executivos. Na prática, a maioria está no posto por conveniência política-eleitoral  e são ineficientes.

Ano da graça: Aumento de população e FPM devem beneficiar gestão de Duque em 2014