Publicado às 06h15 desta quinta-feira (13)

Do g1 Pernambuco

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou, na terça-feira (11), o primeiro caso em Pernambuco do Candida auris“superfungo” resistente a medicamentos responsável por infecções hospitalares. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), há outros dois casos suspeitos em investigação laboratorial.

Os pacientes foram diagnosticados após serem internados no Hospital da Restauração, maior unidade da rede de saúde pública de Pernambuco, localizada no bairro do Derby, na área central do Recife, durante exames de rotina. Segundo a Anvisa, a confirmação representa o terceiro surto de Candida auris no país.

O paciente de 38 anos, que teve resultado laboratorial positivo para Candida auris, deu entrada no HR no dia 21 de novembro, na emergência de traumatologia, e teve alta no dia 30 de dezembro. Foi identificado que, apesar de ter procurado atendimento por outro motivo, homem estava com o fungo

O terceiro caso suspeito é de um homem de 46 anos, também admitido pela emergência de trauma por outra causa no dia 13 de dezembro. Ele está na UTI e não apresenta nenhum sintoma relacionado à infecção pelo fungo.

As amostras dos pacientes foram enviadas ao Laboratório de Saúde de Pernambuco (Lacen – PE) e ao Lacen Bahia.

Veja também:   Márcia fala sobre valor da Festa de Setembro e da postura do MPPE

De acordo com o epidemiologista George Dimech, assessor técnico de Vigilância em Saúde da SES-PE, os três pacientes foram isolados assim que foi detectada a suspeita da infecção da Cândida auris.