Publicado às 06h25 desta quinta-feira (13)

Por Edson Nunes, colunista do Farol

Há estudos que apontam a possibilidade de atitudes perversas e repetidas ações comportamentais fora do padrão normal da maioria das pessoas. É o nosso problema da atualidade, ele alcança parte da nossa sociedade, afrontando a lógica, a ciência, o conhecimento acumulado pela humanidade ao longo da sua história.

A forma torpe e ostensiva de afrontar, como se inimigo fosse, a vacinação de adultos e crianças contra a COVID-19 é típico dessa delinquência repetida. De tratar como inimigos cientistas, profissionais de epidemiologia em saúde pública, médicos especialistas, a Anvisa, FDA dos EUA e outras similares no mundo. Para esses delinquentes é considerado normal as mortes devido o boicote que provocam atrasando vacinas e condenando medidas preventivas.

São insensíveis diante da dor e sofrimento dos outros. Quando provam do próprio veneno, sofrimento, alguns insistem em dizer que todos um dia vão morrer mesmo. Imagine que na infância, conduzidos pelos pais, esses delinquentes tomaram vacinas contra Paralisia Infantil, contra a Tuberculose, combate à difteria, ao tétano, à coqueluche, à Haemophilus influenzae B e à hepatite B, Poliomielite, Pneumocócica , Rotavírus humano G1P1, Meningocócica C (conjugada), Febre amarela (atenuada) , Sarampo, caxumba, rubéola, varicela (SCRV)… e outras.
Esses delinquentes passaram a ter oportunidade de seguir o mito deles, que é o líder principal que tirou as máscaras dos doentes mentais enrustidos.

Esses delinquentes não conseguem formular algo inteligente com argumentos baseados em dados científicos consolidados. Assim utilizam mentiras, ameaças, ódio, acusações infundadas. Chamam de comunistas, esquerdopatas, petralhas, etc, todos os que discordam e denunciam essa loucura exposta. A ciência tem remédio para esses Bolsonaristas e Marrecos delinquentes, através de médicos psiquiatras, neurologistas, psicólogos, etc. Além disso, podem encontrar um antídoto buscando participar de grupos de estudos da Bíblia Sagrada, aprendendo a amar a Deus de Verdade e ao próximo com a si mesmo.

Veja também:   Atleta de ST deixa marca nordestina na França

Nós, cidadãos livres e de bons costumes, cristãos de verdade, não negacionistas, amantes da ciência e do conhecimento libertador, protestamos contra o atraso na vacinação devido as mentiras do Bolsonaro, queremos urgentemente vacinar as nossas crianças contra a COVID-19.

LEIA MAIS UMA OPINIÃO DO COLUNISTA

O que fizeram com meu Brasil a partir de 2016?