Após briga em sessão de "Barbie" viralizar, mulher explica

Da Folha de PE

Uma sessão de “Barbie” terminou em briga no cinema de um shopping de São Paulo no último fim de semana, e o vídeo do momento viralizou nas redes sociais nesta segunda-feira. Nele, é possível ouvir uma discussão entre duas mulheres, até que uma delas empurra a outra e a faz cair no chão. Após a repercussão, a jovem que caiu divulgou um pronunciamento explicando o que ocorreu.

“Eu fui assistir Barbie, a sessão começava 16h. Cheguei atrasada e essa família estava sentada no meu lugar. Fiquei em pé por uns dois minutos mais ou menos, esperando elas se arrumarem. Durante o filme, uma criança falava com a mãe dela constantemente alto, como se estivesse no sofá de casa. Foi tão absurdo”, escreveu ela.

Veja também:   Homem morre em acidente na BR-104 nesta 5ª

“No meio do filme eu liguei para a polícia falando que tinha uma criança em um filme não indicado”, continuou. “Filme rolando e a criança abre o YouTube do meu lado, bem na hora da música da Billie [Eilish]. Eu reclamei, daí a mãe dela e as outras que estavam do lado já começaram a me chamar de vagabunda, piranha e mi-mi-mi”.

A mulher disse, também, que “simplesmente falou que a indicação do filme era [para maiores de] 12 anos, e que ela não deveria estar ali. E falei bem alto: ‘pergunta pra sua mãe o que é sugar daddy, porque é isso que fala no filme'”. Eu só falei isso o tempo todo, inclusive dá para ouvir no vídeo que eu falava isso. Não xinguei ninguém, só queria assistir meu filme em paz”.

Veja também:   Woody Allen diz que perdeu 'grande parte da emoção'

Por fim, ela conclui dizendo que “não procurou briga com ninguém”, e “não levantou a voz com ninguém”. “Simplesmente levaram uma criança que não se comportou no cinema. Mas, pela atitude da avó, já devem imaginar o porquê”.

No vídeo, é possível ouvir a avó da criança dizendo: “Ela estava ofendendo a minha neta desde a hora que chegou. Minha neta!”. As duas foram separada por pessoas que estavam no cinema, já ao final da exibição. Ao fundo, tocava a música “What Was I Made For?”, da Billie Eillish, que fez parte da trilha sonora.