Publicado às 04h29 desta quinta-feira (26)

Após o produtor de eventos Marcos Belo, da M2 Shows, dá uma entrevista ao Farol revelando que será o primeiro a processar a suspeita de 36 anos, responsável pelo ‘instagram bomba’, Serra News, a nossa reportagem conversou com uma nova vítima, um servidor público que pede anonimato.

Com o anúncio do desfecho do caso, pelo delegado Cley Anderson Rodrigues [veja aqui] revelado nesta terça-feira (24), este servidor se diz imensamente aliviado.

“Estou aliviado e minha felicidade é também em saber que a Polícia Judiciária funciona e também em saber que vai inibir esse tipo de crime, para que outras pessoas não venham a cometer. Destaque mais o trabalho feito pelo delegado Dr. Cley e sua equipe, pelo empenho e dedicação no desfecho desse caso. Agora estou bem melhor, mas ainda tem outra etapa, por se tratar de uma ação privada, ainda temos que dar entrada na justiça”, avaliou.

A vítima disse ao Farol como se sentiu ao ver seu nome estampado nas redes sociais. “Eu senti raiva, porque a gente vive trabalhando e gente desocupado aparece querendo tirar o foco, por inveja, é complicado. Mas a justiça tarda mas não falha”, comentou. A página no Instagram, administrada por um perfil ‘fake’, espalhou no mês de maio informações consideradas caluniosas contra diversas pessoas. Em nota à imprensa, o delegado Cley Anderson Rodrigues preferiu não divulgar o nome da suspeita.

FIQUE POR DENTRO

 

Polícia identifica quem difamou várias pessoas em Serra Talhada