Com fotos e informações de Celso García / Farol de Notícias

Publicado às 04h49 desta quarta-feira (13)

Após sofrerem um golpe drástico no orçamento, uma família criou uma rede de apoio para arrecadar doações para Francisca Rufino, 74 anos, dona de casa, moradora do bairro da Cagep, em Serra Talhada. Em conversa com a reportagem do Farol de Notícias, a idosa comentou que a aposentadoria do idoso que ela cuida e mora com ela, foi furtada na semana passada no Pátio da Feira Livre. O benefício é uma das poucas fontes de renda da casa.

“O senhor que mora na minha casa tem 70 e poucos anos, eu cuido dele e ele me ajuda. Foi receber o dinheiro e quando deu fé que caçou o dinheiro no bolso não estava. Tinha outras pessoas perto, mas não quis acusar ninguém. Isso foi na feira livre, da parte da verdura para sair no banheiro, quando eu desci para pegar o dinheiro do mercado não tinha mais nada. Atrasou feira, atrasou mercado, estão todas as contas atrasadas. A água está cortada e a luz está atrasada, faz muito tempo”, relatou a moradora.

REDE DE APOIO

Com o cenário de contas atrasadas, água cortada, e sem condições de fazer compras de alimentos, a filha de Francisca, Luciana da Silva, 38 anos; e a neta Alana, de 11 anos, acionaram o Farol através das redes sociais para mobilizar ajudas para a mãe.

“Eu nem vi ela fazendo esses pedidos, foi ela que inventou. Eu que crio ela, e ela mandou mensagem para as rádios pedindo ajuda. A vizinha  [Rejane de Lima, 36 anos, desempregada] aqui da frente sempre me ajuda quando pode. Ela participa do grupo do Farol de Notícias e viu a doação de cestas e mandou mensagem”, finalizou. A redação fez a doação de uma cesta básica dentro da campanha Mesa farta na Páscoa. Outras ajudar podem sem enviadas até esta quinta-feira (14).

Veja também:   Escola oferta bolsas de intercâmbio para estudar e trabalhar