FOTOS: ALEJANDRO GARCIA/FAROL IMAGEM

Infelizmente poucas pessoas compareceram à audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores de Serra Talhada, nesta terça-feira (19), que discutiu soluções para os constantes apagões que vêm ocorrendo na Capital do Xaxado. Nem por issso os vereadores se intimidaram e fizeram duras cobranças ao gerente de serviços de Rede da Celpe, Roberto Boquetti Júnior.

Durante quase três horas, foram disparadas várias queixas e estipulado prazos para que a Celpe apresente soluções. “Esta prática de audiências públicas será um norte da nossa gestão. Gostaríamos de ver este plenário lotado, afinal, os problemas existem e precisam de soluções”, disse o presidente da Câmara, José Raimundo Filho (PTB).

Todos os parlamentares apresentaram queixas, inclusive com relatos da zona rural. “O momento aqui é de exigir respeito ao povo de Serra Talhada. Ninguém aguenta mais este ‘natal’ antecipado. A Celpe precisa tratar o cidadão com respeito”, disparou o petista Sinézio Rodrigues, se referindo aos apagões do início do mês.

BOQUETTI EXPÔS OS AVANÇOS DA CELPE E O QUANTO A EMPRESA VAI INVESTIR EM MELHORIAS EM SERRA TALHADA

POPULAÇÃO NA TRIBUNA

Alguns moradores também utilizaram a tribuna para reclamar: “Aqui não existe bandeira política mas um sentimento de revolta”, disse o advogado Theunas Peixoto, que falou em nome da comunidade do Ipsep. Já a estudante Tamires Silva disse que os apagões está prejudicando o seu rendimento escolar. “Eu quero soluçáo para o problema”, exigiu.

Após ouvir as reclamações, o gestor da Celpe, Roberto Boquetti, anunciou que a empresa vai aplicar R$ 8 milhões em ações preventivas na Regional Serra Talhada. Os investimentos serão feitos em inspeções de rede e substituição de equipamentos e dispositivos elétricos. “Os investimentos da Celpe são no sentido de prover o sistema de proteção às situações atípicas”, disse Boquetti.

Veja também:   Polícia Civil prende assaltante de criança em ST

INVESTIMENTOS

Segundo ele, só no bairro do Ipsep foram investidos R$ 170 mil, com a compra de três novos transformadores que serão instalados até o dia 6 de abril. Presente ao evento, o promotor de Justiça, Vandeci de Souza Leite, falou em nome do Ministério Público. “Estou satisfeito com a exposição feita pela Celpe mas vamos acompanhar os prazos assumidos”, disse o promotor.

Ao final, a Câmara de Vereadores preparou um documento com cerca de 10 compromissos assumidos pela Celpe. Entre eles, a ampliação da potência da subestação de  Serra Talhada e o fim dos apagões na comunidade da Malhada do Juá, num prazo de 30 dias.

 

PRESIDENTE DA CASA, ZÉ RAIMUNDO, E O PROMOTOR DE JUSTIÇA, VANDECI DE SOUZA LEITE DISCUTEM MELHORIAS PARA O SETOR