Da ISTOÉ

Foto: Reprodução/YouTube/Promotoria Geral da Cidade do México

Autoridades mexicanas anunciaram a prisão de um holandês identificado apenas como Nelson N., na última segunda-feira (6), acusado ser o líder uma organização internacional de pedofilia. As informações são do site G1.

De acordo com a promotora Ernestina Godoy, o holandês é o “possível líder uma associação internacional de pedófilos criada em 1982” e foi preso “em flagrante delito”. A detenção dele foi após investigação de promotores com a ONG Operation Underground Railroad (OUR).

Segundo a ONG, que combate a exploração sexual infantil e denunciou o cidadão às autoridades mexicanas, Nelson N. estava no país para “possivelmente expandir sua rede de tráfico humano e pornografia infantil”.

Após a prisão do acusado, autoridades inspecionaram sua suposta casa, na Cidade do México, onde encontraram pornografia infantil em fotos, computadores, cartões de memória, além de dois passaportes holandeses.

Nelson N., segundo a promotora, já foi preso diversas vezes na Holanda, mas estava foragido das autoridades desde fevereiro deste ano.

Veja também:   Harry Potter: livro da primeira edição é vendido por R$ 1,4 milhão