Do Diario de Pernambuco
Funcionários de órgãos eleitorais de dezenas de estados norte-americanos, representando os partidos Democrata e Republicano, afirmaram, nesta quarta-feira (11), que não foram encontradas fraudes ou demais irregularidades no processo eleitoral da disputa à presidência do Estados Unidos. As declarações afastam os argumentos do atual presidente, Donald Trump, de que essa foi uma eleição fraudulenta.
Além do presidente, integrantes do governo, membros do partido republicano no Congresso e aliados de direita têm afirmado, sem provas, que o processo que elegeu o democrata Joe Biden foi fraudada. Nessa terça-feira (10), o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, prometeu garantir uma “transição tranquila”, mas insistiu em que o presidente Donald Trump permanecerá no cargo.
No entanto, autoridades estaduais ligadas aos dois maiores partidos dos EUA têm afirmado que as eleições foram um sucesso memorável, apesar do comparecimento recorde e das complicações ligadas à pandemia.
“Há uma grande capacidade humana para inventar coisas que não são verdadeiras sobre as eleições”, disse Frank LaRose, um republicano que atua como secretário de Estado de Ohio. “As teorias da conspiração e os rumores sobre todas essas coisas correm soltos. Por alguma razão, as eleições nutrem esse tipo de mitologia”.

Veja também:   Homem se revolta com excesso de maionese em lanche e mata funcionária de Subway