Aventureiro filma o 'mais intenso ataque de tubarão' durante mergulho

Foto Ilustrativa: Mile Ribeiro/Pexels

Por R7

 

Um vídeo do TikTok revelou o que há muito tempo todos queriam ver: o “mais intenso ataque de tubarão” já filmado. O título é exagerado, como era de se esperar, mas a gravação realmente mostra os momentos de sustos intensos vividos pelo mergulhador que registrou tudo.

Tao Hoogland pescava com o amigo Joseph na região de Shark Bay, na Austrália, em 10 de janeiro, quando o encontro ocorreu.

@taos_oceanadventure

The most intense shark encounter I’ve ever had 🦈 😰 #taos_oceanadventure #spearfishing #shark #sharkattack #sharkweek #cobia #westernaustralia #spearfishing_worldwide #spearfishinghazards @tridentspearing @SPEAROS @GoPro

♬ Scary and mysterious horror background music(878937) – Inumori

O mergulhador percebe que um tubarão se aproxima com possíveis intenções hostis, e começa a filmar. Para não levar uma mordida indesejada, Tao desfere um chute na cabeça do animal, que não desistiu assim tão facilmente.

“Não senti medo, era mais surpresa, choque e instintos de sobrevivência de luta, ou fuga entrando em ação”, disse Tao, em entrevista à agência de conteúdo Jam Press.

Apesar de ser um mergulhador experiente na região, conhecida justamente pela presença de tubarões, ele percebeu que era hora de cair fora.

“Quando olhei para o meu companheiro, ele sinalizou que era hora de ir, especialmente porque tivemos vários encontros ruins com tubarões semelhantes na semana anterior”, completou o aventureiro.

Mas o animal, identificado como um tubarão-cobre, não deistiu tão fácil e abordou novamente a dupla. No fim, eles perceberam que o predador só queria roubar o peixe do arpão de um deles — mas saiu de boca vazia da investida.

O vídeo do encontro já foi visto mais de 1 milhão de vezes. “Você sobreviveu a um ataque de tubarão!! Você tem um sentido para a vida, não se esqueça disso”, disse um comentário admirado, que ainda observou que a dupla conseguiu evitar que o predador abocanhasse o peixe.

Tubarões-cobres não são predadores de topo de cadeia, e com alguma frequência viram alimento para outros tubarões maiores. Segundo registros, só atacam humanos para testes, e desistem logo após a primeira mordida.

Veja também:   "O acesso com o Santa na D proporciona mais do que dinheiro", diz Piza em chegada ao clube