Da ISTOÉ

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou, na noite desta quinta-feira (05), o Projeto de Lei Complementar nº 73, de 2021, que ficou conhecido como Lei Paulo Gustavo, destinado ao fomento de projetos culturais para minimizar os efeitos econômicos e sociais da pandemia de Covid-19.

A proposta já havia sido aprovada pelas duas casas do Congresso Nacional. Contudo, o Planalto afirmou que “a proposição legislativa foi vetada por contrariedade ao interesse público”.

O governo informou, ainda, que existem outras áreas em níveis “criticamente baixos”, como “aquelas relacionadas às áreas de saúde, educação e investimentos públicos, com enrijecimento do orçamento público”.

O nome do projeto é uma homenagem ao humorista Paulo Gustavo, que morreu em março de 2021 devido a complicações da Covid-19.

Veja também:   Monique Medeiros, mãe de Henry, é presa em Bangu