Fotos cedidas ao Farol

Publicado às 13h14 desta quinta-feira (24)

Primeira turma do Projeto Social Socorrista Mirim, na Escola Neto Pereirinha, em Serra Talhada, após recesso devido à pandemia, foi um sucesso, concluirá nessa sexta-feira (25) e terá uma manhã toda especial com amostra de equipamentos, banho de neblina e muito mais, na sede do Corpo de Bombeiros Militar, na próxima terça-feira (29) às 9h. O projeto foi idealizado pelo Subtenente RR BM, aposentado, Marcos Antônio de Souza, que também é coordenador, e inciou em 2008 na Escola Pequeno Mandacaru, no Bom Jesus, depois passou a atender outros bairros da cidade.

O Projeto Social Socorrista Mirim é um programa social para alunos serra-talhadenses de 12 a 14 anos que estão fora da escola no contraturno. Trabalha com disciplinas de cidadania, ética, prevenção do uso de drogas e o principal objetivo a preparação para combate de incêndio e primeiros socorros. Prepara os alunos para serem multiplicadores e atenderem na escola, caso alguém se engasgue, tenha um desmaio, parada cardíaca, fratura etc.

O  projeto tem duração 1 mês e uma semana, de segunda a sexta, manhã e tarde com duração de 3h diárias. A adesão foi um sucesso na escola, foi bem aceito pelos professores, pais e alunos, inclusive alunos que não fazem parte da faixa etária de 12 a 14 anos mostraram interesse em fazer parte do projeto.

”Provavelmente abra outra turma na escola para os alunos de 11 anos porque eles estão querendo fazer parte do projeto, estão bem interessados. A ideia é a gente tirar os meninos das ruas e instruir. O projeto termina sexta-feira, até segunda a gente tem a manobra de tudo que a gente fez, terça-feira vamos visitar o Corpo de Bombeiros para eles conhecerem os equipamentos e o setor que trabalha com segurança e salvando vítimas. Após terminarmos vamos abrir mais turmas e atingirmos outros bairros também e levarmos para outras escolas que querem aderir ao projeto. Graças a Deus está sendo muito bem aceito os alunos que não perdem um dia”, comemorou o subtenente.

Veja também:   O capoeirista que inspira novas gerações em ST