Briga em bloco de carnaval deixa 2 mortos e 15 feridos

Foto: Reprodução/ Redes sociais

Por Agência Brasil

 

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), no Rio de Janeiro, investiga as mortes da menina Maria Eduarda Carvalho Martins, de 9 anos, e da técnica em radiologia, Gabriela Carvalho de Alvarenga, de 35 anos. atingidas por tiros durante a passagem do bloco das Piranhas, na praia de Mauá, distrito de Magé, na Baixada Fluminense, no domingo (19), no final da noite.Briga em bloco de carnaval deixa 2 mortos e 15 feridosBriga em bloco de carnaval deixa 2 mortos e 15 feridos

De acordo com a Polícia Civil, 15 pessoas ficaram feridas, incluindo um policial civil, que reagiu ao ataque. Além dele, o autor do início do tiroteio, também se feriu e foi internado sob custódia em hospital de Duque de Caxias, também na Baixada Fluminense, para onde a maioria das vítimas foi socorrida. .Ele foi autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio. A investigação está em andamento.

Veja também:   Mulher detida após roer cabo de iPhone para roubar aparelho

O policial civil foi identificado como Rodolfo Paulo de Brito Santos, que ficou ferido na barriga e está internado em estado grave no Hospital Adão Pereira Nunes. No mesmo hospital, está internado sob custódia da polícia, Flávio Serafim da Silva Júnior, conhecido como Bu, que seria ligado a um grupo de milicianos que age na região de Magé.

De acordo com testemunhas, a briga teria começado por causa de uma discussão, de quem ocuparia primeiro um banheiro químico, instalado na praia para atendimento aos foliões.

Baleados

A Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias informou que 15 vítimas de perfuração por arma de fogo, deram entrada no Hospital Municipal Adão Pereira Nunes, vítimas do tiroteio. As vítimas são:

– Romário Coutinho da Silva, 51 anos, com tiro na mão direita, No momento segue internado e seu estado de saúde é considerado estável;

Veja também:   Bia Haddad x Swiatek em Roland Garros: onde assistir e horário

– Samires Marques, 21 anos (gestante), ferida por tiro perna esquerda e pé direito, após avaliação e exames a mesma recebeu alta com orientações às 5h20.

– Flávio Serafim da Silva Júnior, 40 anos, com tiro na barriga, costas e perna esquerda. Foi submetido a procedimento cirúrgico de imediato. segue internado na enfermaria e está estável.

– Alaíde Stepanie de Oliveira Cunha, 25 anos, vítimas de tiro na perna esquerda, após avaliação e exames a mesma recebeu alta com orientações às 05h20.

– Everton Ribeiro Teixeira, 35 anos, foi internado com tiro virilha direita, após avaliação e exames o mesmo recebeu alta com orientações.

– Wanderson Xavier Santana, 35 anos, foi atingido por tiro na perna esquerda,. Após avaliação e exames o mesmo recebeu alta com orientações às 05h20.

Veja também:   Serra Talhada é finalista do Prefeituras Empreendedoras

– Christian Mendes da Silva Maricá, 28 anos, foi atingido por tiro na perna esquerda, Foi submetido a procedimento cirúrgico imediato, segue internado, lúcido, orientado, estável.

– Marcos de Souza Santos, 51 anos, tiro no abdômen, foi submetido a procedimento cirúrgico de imediato, no momento segue internado, hemodinamicamente estável.

– Rodolfo Paulo de Brito Santos, 37 anos, foi atingido no abdômen. Submetido a procedimento cirúrgico imediato. Está internado em estado grave.

Luto

A prefeitura de Magé decretou nesta segunda-feira luto oficial de três dias. Além dessa medida, o governo municipal proibiu concentrações e desfiles de blocos em todo o município.

A prefeitura de Magé informou que está oferecendo todo o suporte necessário para as vítimas e seus familiares, por meio de suas secretarias, incluindo Saúde, Assistência Social e Segurança e Ordem Pública.