Atualizado às 22h32 desta terça-feira (20)

A Polícia Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram buscas por corpos por quase três horas na região que abrange a barragem do Jazigo, na zona rural de Serra Talhada, na tarde desta terça-feira (20). As guarnições foram até o local para averiguar informações de que os corpos poderiam ser do casal, Graça Santos e seu esposo, Paulo Fernandes, desaparecidos deste o último domingo (18). Apesar dos boatos, a Polícia Civil – em conversa com o FAROL – não confirmou o fato. Até o final da tarde desta terça-feira (20), a Delegacia não havia sido procurada por nenhum familiar.

“A Polícia Civil esteve lá (Jazigo) e realizou uma busca por mais de 2 horas. Bateram a região todinha, conversou com populares e não encontrou nada. O Corpo de Bombeiros também esteve por lá, como a PRF e a Polícia Militar e não encontraram nada, e nem fomos informados de nada. Também fomos no Hospam e não existe qualquer informação de corpos. Por enquanto, o que existe é uma onda de boataria”, disse o comissário de Polícia Civil, Cornélio Pedro, em conversa com o FAROL.

Ele confirmou que, até às 18h desta terça, nenhum familiar havia procurado a delegacia para prestar queixa de desaparecimento. A reportagem também esteve na região da barragem do Jazigo, conversou com moradores, mas não obteve sucesso com relação a qualquer informação sobre corpos no local.

Veja também:   Após matéria do Farol, secretaria reage e lança plano de testagem em ST