O sentimento de dor, angústia e preocupação ainda castiga o coração da família do jovem Aislan Alves, 18 anos, desaparecido no dia 14 de dezembro de 2013. Nesta terça-feira (14) faz um mês que o garoto está desaparecido. Em conversa com o FAROL, o pai dele, Ailton Pereira, revelou que a família percorreu cerca de cinco municípios em busca de pistas do menino. Os familiares já passaram pelas cidade de Salgueiro, Orocó, Cabrobó, Mirandiba e Carnaubeira da Penha.

“Percorremos estes municípios em busca de notícias dele. Recebemos pistas de pessoas que nos disseram que o tinham visto. Mas passamos cerca de quatro dias rodando na região e não encontramos nada”, disse Ailton Pereira. O jovem Aislan Alves trabalhava na panificadora Vila Bela, no bairro AABB. A última pista dele foi achada no início do mês passado, quando a polícia encontrou a moto a qual Aislan usava no dia do desaparecimento, modelo CG 150 de placas MXV 2443, próximo ao município de Floresta.

Veja também:   Família pede ajuda para encontrar serra-talhadense desaparecida

“Passamos Natal e o Réveillon tristes e ainda em desespero. Mas tenho tentado manter o equilíbrio e motivar toda a família a ter fé em Deus. Em nosso coração ainda existe a chama da esperança”, confessou o pai do garoto desaparecido. Se alguém tiver informações de Aislan Alves deve telefonar para: (87) 9992-7646 / (87) 9644-7954

Aislan: Família amarga 1 mês de angústia e percorreu 5 cidades à procura do garoto