Cerca de 500 estudantes reclamam de calor em escola pública de ST
Foto: Divulgação/Secretaria de Educação

Uma comissão de alunos do Colégio Municipal Cônego Torres procurou o Farol de Notícias para expor uma situação que passam na escola.

De acordo com uma nota emitida pelos estudantes, todas as salas do colégio estão com falta de ventiladores e ares-condicionados.

Segundo o documento, já procuraram a direção. No entanto, não conseguiram se livrar do calor. Leia o texto na íntegra!

NOTA ALUNOS DO CÔNEGO TORRES

Nós alunos do Cônego Torres estamos sofrendo com o calor no colégio. Não tem ventilador, não tem ar-condicionado.

A desculpa que dão é que a escola não tem um gerador de energia que suporte todos os ares-condicionados.

Veja também:   Polícia encontra corpo de homem em putrefação em ST

Veem justificando isso desde do mês de janeiro do ano passado. Certo, tivemos que aceitar calados esse tempo todo.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

Todos nós saímos de férias no dia 15 de dezembro. Voltamos para escola não tem nem um mês. Ou seja, passamos três meses fora da escola.

Tempo esse que a Secretaria de Educação deveria ter feito todo esse processo do gerador para suportar os ares-condicionados.

Sem contar que a gente passa o dia todo na escola, suportando esse calor. Porém, a partir de hoje, se não tomarem as providências a gente que falar diretamente com o secretário de educação.

Veja também:   Três pessoas feridas após carro capotar na BR-232

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Está insuportável de continuar nessa situação. Há mais de um ano nisso, e sempre a mesma desculpa.

Já que a escola não tem suporte suficiente para receber os alunos o dia todo, deveriam colocar a gente pelo menos em meio período para gente não perder aula. Afinal, a gente tá lá para aprender.

Ninguém aprende nada no calor. Está grave a situação, 500 alunos no calor!

OUTRO LADO

A reportagem do Farol de Notícias entrou em contato com a Secretaria de Educação para saber mais sobre o caso.

Veja também:   Desportistas denunciam abandono de quadra esportiva em ST

De acordo com o gestor da pasta, Edmar Júnior a unidade está passando por uma adequação da rede elétrica.

“Os aparelhos de ar-condicionado estão comprados. Guardados na escola. Quando concluir toda a readequação desta rede, os aparelhos serão instalados. A gente investiu um bom dinheiro nisso. Como está em período de chuva, estamos fazendo com todo cuidado. Em breve, estaremos com tudo pronto”, garantiu Edmar.