Do G1 Mundo

Exército da China disse nesta quarta-feira (25) que realizou exercícios militares em torno de Taiwan como um aviso para os Estados Unidos, segundo a mídia estatal chinesa.

“Este é um aviso solene contra o recente conluio entre os Estados Unidos e Taiwan”, disse o porta-voz do exército chinês, Shi Yi.

O presidente dos EUA, Joe Biden, irritou a China na segunda-feira (23) ao dizer que os Estados Unidos se envolveriam militarmente se ela atacasse Taiwan.

Os EUA tradicionalmente têm uma política de “ambiguidade estratégica” sobre quão longe estariam dispostos a ir se a China invadisse a ilha. Biden disse depois que não houve mudança na política dos EUA.

Veja também:   Anne Heche tem morte cerebral declarada e deixa cinco filmes inéditos

“É hipócrita e inútil para os Estados Unidos dizer uma coisa e fazer outra em relação a Taiwan”, disse Shi Yi, segundo a TV estatal chinesa.

A China considera Taiwan uma parte inalienável de seu território e diz que é a questão mais sensível e importante em seu relacionamento com Washington.

Já o governo de Taiwan vê-se como um Estado soberano, com constituição, forças armadas, moeda e eleições democráticas.