Comissão tenta suspender cobrança de energia solar em STPublicado às 05h desta quinta-feira (9)

Integrantes da Associação Pernambucana de Energia Solar (APESOLAR) chegam nesta quinta-feira (9) em Serra Talhada para dialogar com a Câmara Municipal, na tentativa de suspender a segunda votação do Projeto de Lei 0008/2023, enviado pela prefeita Márcia Conrado, que autoriza a taxação de usuários do sistema.

Em conversa com o Farol, Rudinei MIranda, presidente da Apesolar, justificou a iniciativa, assegurando que quer dialogar sobre o tema, inclusive, com a prefeita serra-talhadense.

“As empresas do setor empregam milhares de pessoas no estado, inclusive, em Serra Talhada, onde há várias empresas que movimentam a economia da cidade. Entendemos existir prejuízo para os consumidores que possuem os sistema já instalados, assim como, o impacto de redução dos benefícios financeiros previstos para os novos clientes”, destacou Miranda.

Veja também:   Servidores da Justiça em ST ajudam famílias