Coreia do Norte acusa EUA de acender “pavio da guerra nuclear”

Do Metrópoles

O governo norte-coreano voltou a acusar os Estados Unidos de elevarem as tensões na península coreana, e disse que os norte-americanos estão “empenhados em sua tentativa de acender o pavio da guerra nuclear”.

A declaração consta em um relatório do Instituto de Estudos Americanos do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte, divulgado nesta segunda-feira (26/6) pela mídia estatal do país.

O documento afirma que o atual momento se assemelha com aquele que antecedeu a Guerra da Coreia, na década de 1950. O conflito entre Sul e Norte, que buscava a reunificação e o comando da região, deixou mais de 2 milhões de vítimas nos três anos de combate.

Veja também:   Descubra como pegar R$ 4.500 no Caixa Tem!

As acusações do regime de Kim Jong-un ocorrem meses após EUA e Coreia do Sul realizarem uma série de exercícios militares conjuntos, em março deste ano. Na época, a Coreia do Norte retaliou as atividades com o lançamento de diversos mísseis.

“Esses movimentos bélicos dos EUA aumentaram as tensões militares na península coreana e o nordeste da Ásia, já mergulhados em uma situação extremamente instável à beira de uma guerra nuclear”, diz um trecho do relatório.

O extenso documento ainda diz que a Coreia do Norte continuará investindo em seu programa nuclear, considerado pelo regime de Kim como a única garantia de “defender de forma confiável a paz e a estabilidade da região”.

Veja também:   Carro atropela pedestres perto de Museu em Londres