Coreia do Norte convida estrangeiros para torneio de golfe

Foto: Kim Won Jin/AFP

Por Folha de Pernambuco

Coreia do Norte, um dos países mais fechados do mundo, convidou golfistas estrangeiros para um torneio em Pyongyang, outro indício de uma possível reabertura depois que diplomatas chineses e russos compareceram a um desfile militar em julho.

O país adotou em 2020 severas restrições de entrada para lutar contra a pandemia de Covid-19, mas há cada vez mais indícios de que as autoridades podem flexibilizar os controles nas fronteiras, de acordo com analistas.

Veja também:   Empresas contratadas na campanha de Dilma e Temer são alvo de operação da PF

O campo de golfe da capital norte-coreana, inaugurado oficialmente em 1987, recebe “uma competição de golfistas amadores na primavera e no outono a cada ano”, afirma um comunicado publicado em 2 de agosto no site do Ministério do Turismo do país.

“Os amadores estrangeiros também podem participar na competição (…) em nosso país e desenvolver amizade com os golfistas amadores coreanos”, acrescenta a nota.

Outro indício de uma possível abertura da Coreia do Norte foi a confirmação de que o país participará nos Jogos Asiáticos, que acontecerão na cidade chinesa de Hangzhou em setembro.

Veja também:   Bolsonaro decide não passar faixa a Lula e viajará para resort de Trump

Para An Chan-Il, um desertor que virou pesquisador e coordena o Instituto Mundial de Estudos da Coreia do Norte, Pyongyang “transformou o golfe em uma ferramenta importante para obter divisas estrangeira” e, inclusive, criou um “departamento de golfe” em uma universidade de esportes da capital.