Corredor passa mal em prova, faz xixi preto e morre em Pernambuco

Reprodução/ Recife Running

Do Metrópoles

Um corredor morreu em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, após passar mal durante uma prova. Dorgival Celerino do Nascimento, de 50 anos, faleceu nesta quarta (24/1), com complicações causadas por rabdomiólise, síndrome que pode escurecer a urina do paciente, deixando-a na cor preta. Ele havia participado do evento no domingo (21/1), quando não se sentiu bem e acabou internado.

Segundo informação do portal GE, Dorgival corria uma prova com trajeto de 14 quilômetros na cidade de Gravatá. No trecho em que passava pela Serra das Russas, ele começou a passar mal e precisou de atendimento médico.

Veja também:   Alunos e professores terão aulas nos sábados para completar ano letivo de 2017 em ST

O corredor deu entrada em uma unidade de saúde de Gravatá. Na segunda (22/1), precisou ser transferido para o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru.

A unidade informou que Dorgival deu entrada com um infarto e foi encaminhado para a UTI, onde permaneceu em estado grave. Segundo o HRA, ele apresentava sinais de rabdomiólise, doença que pode ser causada por exercício físico em grande intensidade.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão (clique aqui)

Caso semelhante

Em outubro de 2023, a influenciadora Kamila Rigobeli passou por situação semelhante. Após participar de uma aula de spinning, Kamila foi diagnosticada rabdomiólise e ficou internada em estado grave na UTI por cerca de um mês. Ela revelou que estava retomando à rotina de atividades físicas quando se submeteu à aula de alta intensidade.

Veja também:   PF destrói 214 mil pés de maconha no Sertão

Em relato, a moça afirmou que saiu da aula com a ajuda da amiga, pois não conseguia andar direito. Ela procurou um fisioterapeuta em um primeiro momento, mas, após ver que sua urina estava preta, recorreu ao pronto-socorro. Uma lesão grave em seu quadríceps, região superior da coxa, desencadeou o quadro de rabdomiólise.