Flores realiza Desfile dos bonecos gigantes
Bonecos gigantes em Flores – Foto: Divulgação

Os bonecos gigantes de Zé Pereira e Juvenal vão desfilar principais ruas do município de Flores no sábado (10)
de fevereiro.

O tradicional bloco carnavalesco da cidade resiste desde a década de 40 e preserva a identidade cultural e histórica da cidade sertaneja.

Anualmente, a agremiação carnavalesca, atrai centenas de foliões, que além de acompanhar o cortejo das figuras mais tradicionais do Carnaval, se concentram no centro da cidade, para descobrir quem está por trás das cabeças gigantes, de papel machê.

Denominado pelas Secretarias de Turismo e Eventos e Bem-Estar Social ‘O Carnaval das Tradições’, a folia em Flores será comandada por orquestras de frevo. Já no palco que será montado na Praça Dr. Santana Filho, pela banda Harmonia do Frevo e Gil Cantor.

Veja também:   PAULO CÂMARA: "Não vou esperar pelo Governo Federal para ajudar os prefeitos"

Flores realiza Desfile dos bonecos gigantes

Em reunião com o núcleo responsável pela agenda carnavalesca no município, Lucila Santana – Secretária de Turismo e Eventos assegurou que haverá gincanas carnavalescas como: Quem descobrir quem estiver por trás das máscaras de Juvenal e Zé Pereira, brincadeiras tradicionais da folia de Flores, será contemplado com a quantia R$ 600 reais em dinheiro e, para as também tradicionais virgens, as mais bonitas, o prêmio será de R$ 800, R$ 600 e R$ 500, R$ 400, R$ 300 e R$ 200 para a 1ª, 2ª , 3ª, 4ª, 5ª e 6ª colocada.

Veja também:   ELEIÇÕES: Eduardo monta chapa socialista e pode anunciar candidato esta semana

HISTÓRIA

A tradicional e popular figura do Zé Pereira possui sua origem em Portugal do século XIX, posteriormente trazida para o Brasil na segunda metade do século XIX, mais precisamente para o Rio de Janeiro, onde na época era instituída como sede federal. A partir daí, muitas regiões aderiu à prática carnavalesca, adequando-a a cultura de cada região.

Flores, por sua vez, iniciou essa tradição no ano de 1946, quando carnavalescos da cidade, como: Dona Neves, Lindaura Santana, Sebastião Santana e outros, atrelavam à figura do Zé Pereira a Juvenal, conhecida entre os florenses como a mulher do Zé Pereira.

Veja também:   Pescadores denunciam pesca ilegal com choque no Cachoeira II em ST

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão no WhatsApp (clique aqui)