Do Diario de Pernambuco 
A Disneyland Paris emitiu uma nota de desculpas, nesta terça-feira (6), depois que funcionários do parque pediram a uma mãe que parasse de amamentar seu bebê em público.
“Lamentamos profundamente esta situação e oferecemos, de novo, nossas mais sinceras desculpas à mãe envolvida. O pedido que lhe foi feito não está de acordo com as normas e os valores da nossa casa”, tuitou a Disneyland Paris.
“Não há restrições para o aleitamento materno na Disneyland Paris”, insistiu o parque temático.
No domingo (4), uma mulher publicou no Twitter a foto de seguranças que haviam “impedido uma mãe de amamentar seu bebê de dois meses com o argumento de que escandalizava os clientes estrangeiros”.
A Disneyland Paris respondeu a mensagem no dia seguinte, lembrando que “colocava à disposição das mamães um centro para os bebês com equipamentos adaptados e confortáveis, como assentos especiais para a lactância”.
“Querida @DisneylandParis, amamentar um bebê não é um crime. Que tenham salas dedicadas está ótimo, mas nós não decidimos onde, nem quando, o bebê vai ter fome”, reagiu no Twitter a ministra francesa da Cidadanua, Marlène Schiappa.
“Não comecem também a estigmatizar as mães. Já está bastante duro em toda parte. Agradeço antecipadamente”, completou a ministra.
Veja também:   Motorista de aplicativo expulsa mulher que fez comentário racista