Publicado às 15h52 deste sábado, 24

Programa do Farol é todo sábado, das 11h às 14h, na TV FAROL no Youtube

O prefeito Luciano Duque prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil nessa sexta-feira (23) contra o candidato do PL, Victor Oliveira, por ele ter compartilhado um vídeo nas redes sociais onde associa o gestor da cidade ao crime de violência contra a mulher. A campanha de Victor usou imagens de Duque no episódio em que ele larga a mão da primeira dama Karina Rodrigues após uma discussão com um PM em frente à Câmara de Vereadores [relembre].

Em resposta, neste sábado (24), durante entrevista ao Programa do Farol, na TV FAROL no Youtube [veja vídeo abaixo] o prefeito justificou que Victor Oliveira irá responder pelo vídeo nas barras dos tribunais e aproveitou para revelar supostas irregularidades do jovem na condução da rádio Líder do Vale FM, ao falar sobre o não pagamento de direitos trabalhistas. O conteúdo é forte! Assista!

O assunto é partir de 2h 02 minutos ou leia a transcrição logo depois

LUCIANO SOBRE VICTOR OLIVEIRA

“Serra Talhada e minha família sabem que eu não sou isso que o Victor Oliveira está pregando, ele fez um vídeo desrespeitoso e não desrespeitou a mim como prefeito, mas como cidadão, querer colar uma pecha, uma imagem de um homem que agride mulher isso me deixou bastante constrangido… E aí que resolvi tomar essa atitude de prestar queixa contra ele, e ele vai responder judicialmente porque atacar e agredir um cidadão que não cometeu nenhum crime… Por que não houve agressão lá, todos viram”, disse Duque.

Veja também:   Homem ameaça matar mulher em ST com ferro

“Eu estava numa emissora de rádio”, comentou o gestor, “dando entrevista onde ele deu [também] entrevista e ele disse que eu tenho costume de estar em Delegacia… Tenho costume de estar em Delegacia, como em hospital, na rede de educação, nas empresas, em Brasília para defender os interesses do povo. Agora infelizmente eu lamento porque ele devia aproveitar melhor o tempo dele para defender os interesses do povo de Serra, para ser propositivo, para fazer um bom debate político…”.

“O QUE SEI DE VICTOR OLIVEIRA”

“Passa 4 anos [das eleições 2016 pra cá], não faz absolutamente nada [a favor da população]… Qual o currículo dele? O que eu sei da vida desse cidadão é que ele [Victor] assumiu uma emissora de rádio, chamou os locutores lá e todos caíram no conto do vigário para ser sócio dele, para ele não ter que pagar as indenizações trabalhistas, e depois do dia para a noite ele mudou de ideia, arrendou a rádio e deixou todo o mundo na mão, [os funcionários] perderam os seus direitos trabalhistas… Isso sim deveria ser assunto de Justiça contra ele, porque ele usou as pessoas, enganou as pessoas e essa não é a conduta de um empresário sério, peço a Deus que ilumine a mente desse rapaz…”

Recentemente, o ex-prefeito Carlos Evandro também anunciou que teria entrado na Justiça contra Victor Oliveira após ele associar o nome da sua esposa, a candidata Socorro Brito, do Avante, a um processo por improbidade administrativa na época em que era prefeito de Serra Talhada [veja a declaração de Carlos].