Duque diz que pré-candidato sai até dia 20Publicado às 14h04 desta sexta-feira (29)

O nome do pré-candidato a prefeito do grupo governista em Serra Talhada será revelado até o próximo dia 20 de dezembro. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (29) pelo prefeito Luciano Duque, durante entrevista ao programa Frequência Democrática, dos comunicadores Francys Maia e Giovanni Sá. Em tom sereno, o gestor afirmou que logo após revelar o nome do escolhido ou escolhida vai ‘tomar as ruas’ da cidade ‘gastando sola de sapato’.

“Depois que for definido, Luciano Duque vai tomar as ruas e começar a gastar a sola do sapato e vou caminhar e conversar com o povo, pedindo ao povo para nos ajudar a dar continuidade a toda essa obra que nós iniciamos e que não pode parar, temos que mostrar que a continuidade é fundamental para o desenvolvimento de Serra Talhada”, afirmou o prefeito. “Eu estou dizendo que [o anúncio será] até o dia 20 de dezembro. O peru do Natal ele vai morrer, mas antes disso já tem candidato.”

Veja também:   Homem teve casa furtada pelo 'homem aranha'

PESQUISA IMPORTA, MAS NEM TANTO

Luciano disse também que pesquisas não serão tão importantes como se imagina, para chegar ao nome do grupo. “Eu estou escutando muita gente, diversos atores da política de Serra Talhada, pessoas do povo… Tenho ligado para muita gente, conversado, perguntado, pedido opinião… E essa soma, de todos esses sentimentos, é que vai definir o caminho… As pesquisas irão contribuir também, mas não é o mais importante…”.

“A pesquisa importa, mas o mais importante é ouvir também as lideranças que nos acompanham e todo o grupo político. Eu quero ouvir todo o mundo, não quero tomar uma decisão anti-democrática para que depois ninguém reclamem de mim, de que fui ditador e não escutei ninguém”, ponderou o prefeito, avisando que entenderá que ‘alguns’ do grupo fiquem tristes:

Veja também:   Câmara de Vereadores de ST está pronta para posse do prefeito, vice e 17 vereadores

“Agora, entendo que um projeto político que vem dando certo, para ele ter continuidade a gente quer construir consensos, e consensos não significam que vão contentar todo o mundo. Alguns vão ficar tristes, mas no nosso pensamento eu creio que as pessoas têm que pensar mais em Serra Talhada que na sua vaidade pessoal, porque o povo de Serra Talhada está acima dessas querelas.”

RISCO DE RACHA APÓS ANÚNCIO

Indagado sobre se espera movimentos contrários ao nome que for anunciado e o risco de gerar um eventual racha dentro da base, Luciano afirmou que lamentará muito se isso acontecer. “Se houver [abandono do grupo depois do anúncio] eu lamento, porque a população compreende o processo. Se aquele que discordar do processo [depois do anúncio], deveria ter discordado antes e não depois que conclui o processo.”

Veja também:   Michel Temer sanciona Medida Provisória 746 e diz que é fruto de 'ousadia responsável' do governo

“Muita gente diz: ‘sua candidata é Márcia [Conrado]’. Ou seja, eu nunca disse que minha candidata era Márcia. Eu disse, desde o primeiro momento… Antes de [o vice] Márcio Oliveira tomar aquela posição de retirar o nome dele [da corrida interna], eu disse que meu candidato era Márcio…”, afirmou o prefeito, se explicando frente às teses de que havia quebrado um compromisso com seu vice.

“Agora, que o grupo é quem tinha que definir e a população, porque a escolha seria de forma democrática. Então, quem discordou lá atrás eu respeito, agora, discordar [do nome anunciado] depois do processo concluído? Eu acho que a gente tem que respeitar. Mas 90% do grupo concorda com esse processo e vai apoiar [o nome do pré-candidato].”