Duque diz que ST retrocedeu e governo Márcia cometeu crime
Duque em entrevista exclusiva à reportagem do Farol em seu escritório político em Serra Talhada. Foto: Licca Lima.

Mesmo sem ainda definir se vai entrar diretamente na disputa pela prefeitura de Serra Talhada, nas eleições de outubro próximo, o deputado Luciano Duque (SD) continua armando o seu tabuleiro sem perder o olhar crítico sobre o futuro do município.

Durante entrevista ao Farol, o deputado que governou a capital do xaxado por duas vezes, e ainda ajudou a eleger a prefeita Márcia Conrado, não escondeu sua decepção com a gestão petista.

Segundo Duque, os avanços obtidos durante os oitos anos do seu governo, foram jogados fora.

Veja também:   COBRANÇA: Vereador diz que prefeito virou as costas para os problemas no cemitério de ST

“Serra Talhada retrocedeu em termos de gestão fiscal. Isso é muito ruim porque a cidade perde a capacidade de investimento. Não sou eu que estou dizendo isso, a própria prefeita [Márcia Conrado] fez isso, quando anunciou que a cidade tinha falido e decretou calamidade. Nós estamos aqui para retomar o sonho, para dizer as pessoas que o nosso grupo quer construir uma Serra Talhada que dialogue com o futuro, que gere empregos e atraia novos empreendimentos, que melhore a saúde e a educação e não falte comida na mesa do povo”, disparou.

Veja também:   Polícia visita escolas de ST com o Alerta Celular

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

FALHA GRAVE NA EDUCAÇÃO

Ainda durante a entrevista, Luciano Duque alertou o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) sobre o não cumprimento dos 200 dias letivos nas escolas de Serra Talhada.

“Não se pode chegar no final do ano e não cumprir os 200 dias letivos na educação, isso é um crime e o Ministério Público deveria estar atento, Isso aconteceu recentemente em Serra Talhada. Não falta dinheiro para os grandes eventos e para o luxo”, alfinetou.

Veja também:   Mulher é ameaçada de morte em Serra Talhada

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)