Atualizado às 18h16 desta sexta-feria (4)

Reunido durante toda a manhã desta sexta-feira (4) com 97 técnicos da educação municipal, entre diretores, coordenadores adjuntos e diretores assistentes, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, garantiu que vai cumprir a meta de investir 25% da arrecadação municipal em educação. O petista justificou que não pretende realizar uma gestão fiscal irresponsável e que por isso, “fará de tudo” para  respeitar a determinação. “Não está na constituição? Então temos que cumprir os 25% e o que tiver de ser feito, vai ser feito. Vamos perseguir o ótimo”, disse o gestor. Ele aproveitou a ocasião para anunciar que já enviou ao MEC (Ministério da Educação) solicitação de inclusão de mais quatro escolas da rede municipal no sistema de ensino em tempo integral.

Atualmente, apenas o colégio Cônego Torres oferece o modelo de aprendizagem. Dessa forma, Duque segue orientando-se pelos projetos assumidos durante a campanha eleitoral. Garantindo estar numa rotina de trabalho de 16 horas ininterruptas, o petista cobrou dos gestores escolares compromisso com a população de Serra Talhada. “Miremos no exemplo das escolas de Quixaba (Sertão de Pernambuco) que se destacaram no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) priorizando a relação escola, família e comunidade”, comparou Luciano Duque. O prefeito adiantou que pretende investir também em capacitações e lembrou que a “bandeira” da sua gestão será a educação. “O nosso objetivo é formarmos uma geração de conhecimento”, disse, condenando o apadrinhamento político no âmbito educacional.

DUQUE AO LADO DO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO: METAS DE EXCELÊNCIA SERÃO PERSEGUIDAS

“Condenamos aqui o apadrinhamento, sabe por quê? Porque senão estaremos incorrendo em um erro histórico, de outras épocas. Vocês são gestores como eu. Sabem que o modelo de apadrinhamento político é passado numa administração que se quer eficaz”, raticou Duque. Ao prefeito, o Secretário de Educação, Israel Silveira, afirmou que a prioridade da sua gestão será investir na excelência do aluno, garantindo o acesso à escola e pontecializando os trabalhos para obter um boa média de aprovação estudantil. “Imprimindo esse ritmo, vamos alcançar os índices apontados pelo Ideb”, alertou Silveira, estimulando a equipe. Ele ressaltou ainda que em 2012 o balanço do ano em relação ao rendimento escolar foi positivo, atingindo 92% de aproveitamento. “Conseguimos isso reduzindo a taxa de reprovação e a evasão escolar”, comemorou.

Veja também:   Bolsonaristas querem fazer de ST 'capital da direita'

FOTOS: FAROL IMAGEM