Serra Talhada não tem o que comemorar com relação a proteção de crianças e adolescentes. 2016 fechou com um balanço recheado de ocorrências negativas que atestam que as nossas crianças estão cada vez vulneráveis à violência dos adultos.

Segundo balanço feito pelo Conselho Tutelar de Serra Talhada (CTST), que trabalhou além da conta; foram registrados 201 casos de negligência em 2016.

Todos, acompanhados pelo conselho que cumpriu o seu papel constitucional. De acordo com a conselheira Izabel Cristina Costa, o conceito de negligência é muito amplo. “Vai desde ao fato de não frequentar a escola ao abandono propriamente dito”.

Mas o pior são os números a seguir; 71 crianças sofreram maus tratos e foram espancadas em 2016; 17 foram abusadas sexualmente; 11 foram flagradas no trabalho infantil e 54 tiveram o acesso à educação negados.

Outra curiosidade do bravo trabalho realizado pelo Conselho Tutelar, é que  bairro Vila Bela é o campeão em ocorrências contra crianças e adolescentes. Por outro lado, os meninos foram mais vitimas da violência (242 casos) e as meninas (239).

Na briga pela punição dos bandidos, o Conselho Tutelar emitiu 402 ofícios em 2016 e 232 notificações. Veja mapa completo da violência em Serra Talhada.