Do Diario de Pernambuco 

A funcionária de uma padaria no município de Palmares Paulista, em São Paulo, foi agredida por um cliente após pedir para que ele utilizasse máscara. O caso ocorreu na última sexta-feira (11). As informações são do G1.

De acordo com Adriana Araújo da Silva, o homem entrou no estabelecimento com a máscara no queixo e quando ela chamou a atenção do mesmo para utilizar o acessório da maneira correta, ele reagiu de forma violenta e quebrou o braço dela.
O homem invandiu a área restrita a funcionários. Adriana correu, mas o agressor conseguiu dar uma rasteira nela e chutar um de seus braços. Adriana ainda conta que conseguiu se levantar e correu para outra padaria, mas o homem continou perseguindo-a e deu uma joelhada em seu rosto. Além dela, o homem também agrediu o dono do estabelecimento.
Adriana foi submetida a uma cirurgia em função da fratura em um dos braços e recebeu alta no domingo (13).
De acordo com o boletim de ocorrência, o agressor também foi ao pronto-socorro e depois foi à delegacia, mas não prestou depoimento.
No estado de São Paulo, o uso de máscara é obrigatório por lei em espaços de uso coletivo e quem não cumprir a norma está sujeito a multa de R$ 551. Para estabelecimentos que não fiscalizarem o cumprimento da regra em seu espaço, a multa é quase dez vezes maior.
Veja também:   Mulher sofre 'golpe do esbarrão' no Centro de ST e perde quase R$ 4 mil